Ivan Cosenza de Souza

cartas do pai

06 de fevereiro de 2020, 00h09

Cartas do Pai: “Tira minha foto daí”

"A nova secretária de Cultura já está entrando no ritmo, fez uma coisa e já desfez, como é o costume deste governo. Às vezes, desfazem coisas que eles nem fizeram. O negócio deles é desfazer"

Foto: Reprodução

Rio de Janeiro, 05 de fevereiro de 2020.

Pai.

Depois de tirar o secretário de Cultura nazista, o governo, que ia acabar com a mamata, nomeou o seu substituto.

Na verdade, uma secretária. Casada há 20 anos com seu quarto marido, continua recebendo sua polpuda pensão por ser filha “solteira” de militar.

Mamata? Imagina!

Ela aprendeu com seu novo patrão a sonegar “tudo que for possível”, e acabou sonegando essa informação pra não perder a boquinha. Não botou no papel, não perdeu a pensão.

Mas não é só nisso que ela se parece com o chefe. Ela também odeia os índios, pois é ligada ao agronegócio, que está sempre de olho nas terras indígenas, e que foi o responsável pelas queimadas na Amazônia, incentivadas pelo atual presidente.

Resumindo: Tem tudo a ver um com o outro!

A ex-namoradinha, e atual “Fascistinha do Brasil”, já começou bem, colocando uma montagem com fotos de alguns artistas para anunciar seu novo cargo, dando a entender que estes apoiavam o novo governo. Mas, mais uma vez, sonegou as informações. Seus colegas foram exigindo um a um que ela retirasse suas fotos de lá. Foram tantos ‘X” que ela, por pouco, não fecha a cartela do bingo.

Fizeram até uma montagem com fotos de todas as personagens que a Regininha Fascistinha tinha interpretado, no lugar das fotos dos outros artistas, dizendo que esses, sim, apoiavam o governo. Mas não deu certo, já que a Malú Mulher também pediu para retirar sua foto.

Então, ela teve que apagar sua montagem. Já está entrando no ritmo, fez uma coisa e já desfez, como é o costume deste governo. Às vezes, desfazem coisas que eles nem fizeram. O negócio deles é desfazer.

Sonegar e desfazer…

E o nosso, é denunciar tudo isso.

Um beijo do seu filho.

Ivan

*Este artigo não reflete, necessariamente, a opinião da Revista Fórum

Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum