Ivan Cosenza de Souza

cartas do pai

23 de janeiro de 2019, 22h41

Cartas do Pai: “Discurso Miojo”

O chanceler Ernesto Araújo disse que “o Brasil tem que se aliar a si mesmo e não com outros países”. Chanceler, me desculpa, mas se aliar é uma coisa que depende de outras partes


+ posts

26 de dezembro de 2018, 14h51

Cartas do Pai: “Natal das laranjas”

E pensar que nessa época o maior problema era se tinha passas no arroz. Agora o problema é saber se vai ter arroz na mesa em 2019


18 de dezembro de 2018, 22h44

Cartas do Pai: “Hortifruti Brasil”

Pro lado de cá só sobrou banana. Como tinha falado em outra carta, eles são pragas, e agora temos uma família de gafanhotos cuidando da horta!


11 de dezembro de 2018, 22h09

Cartas do Pai: “Direitos humanos”

Pena que atualmente muitas pessoas não conseguem entender o que significa isso. Não conseguem entender que o respeito aos direitos humanos é o que nos separa da barbárie, dos ditadores e dos bandidos.


04 de dezembro de 2018, 22h44

Cartas do Pai: “Henfil, o filme”

Cada fã seu, hoje tem obrigação de ser resistência, assim como você foi, pai! Espero que esse filme seja inspiração para muitos continuarem na luta por um Brasil melhor!


27 de novembro de 2018, 22h31

Cartas do Pai: “Médicos cubanos”

Eu não sabia que ganhar 4 mil era trabalho escravo, já que mais da metade dos brasileiros, recebem menos que um salário mínimo


21 de novembro de 2018, 16h10

Cartas do Pai: “Racismo em alta”

O racismo no Brasil é um dos mais fortes do mundo. Pra piorar, as pessoas vão perdendo a vergonha de assumir, por enquanto, sob a desculpa de “mimimi”. Pra quem não sofre discriminação, tudo é “mimimi”


13 de novembro de 2018, 23h02

Cartas do Pai: “Orgulho de ser brasileiro”

Depois de ensinarmos aos alemães o que é nazismo, ensinamos ao Roger Waters o significado de suas músicas, mostramos ao Papa o que é ser cristão, temos um ator pornô ensinando aos professores como se educa e, agora, ensinando a Noruega sobre meio ambiente


06 de novembro de 2018, 22h12

Cartas do Pai: “Frankenstein”

Depois de um discurso em que ele falava em mudança, em colocar pessoas novas e técnicos no ministério, suas escolhas mostram pros seus eleitores que o discurso não passava de história pra boi dormir


30 de outubro de 2018, 20h46

Cartas do Pai: “Gol contra”

Muita gente, até agora, não entendeu que perdemos, e está comemorando. Esses viram o gol sendo feito e acham que ganhamos. Comemoraram e tudo


23 de outubro de 2018, 23h39

Cartas do Pai: “Ditadura: nunca mais!”

Em um ato, o Coiso já prometeu que quem for contra o governo dele, vai ser preso ou vai ter que sair do Brasil. Mas ele não ganhou nada ainda e tem muita gente lutando pela democracia. Vamos virar este jogo!


16 de outubro de 2018, 20h50

Cartas do Pai: “Quem educa, não mata!”

Não quero um matador na presidência, quero um educador, um que ensine a gente a crescer, que incentive o conhecimento. Com menos armas, e mais livros! Menos violência, e mais educação!