Juliano Medeiros

  • É hora de ousar

    Em novo artigo, o presidente nacional do PSOL, Juliano Medeiros, fala sobre as especulações sobre uma possível candidatura de Guilherme Boulos à presidência. Leia em sua coluna na Fórum  Por Juliano Medeiros* Pode ser inconveniente para as esquerdas que Guilherme Boulos, coordenador do MTST, ceda à pressão de diferentes setores sociais e aceite o convite […]

  • Resposta a Leandro Narloch: Um partido dos que trabalham

    “Se tivesse se dado ao trabalho de pesquisar, Narloch descobriria que o PSOL está entre os partidos que mais combatem os verdadeiros privilegiados. É da nossa bancada a proposta de imposto sobre as grandes fortunas, bem como a defesa de uma alíquota mais progressiva do imposto de renda e do imposto sobre heranças”. Leia o […]

  • Uma direita sem sangue nas veias

    Em sua coluna na Folha da semana passada (Che Guevara é venerado porque tem sangue verdadeiro para mostrar), o cientista político português João Pereira Coutinho apresenta um relato estarrecedor que demonstra como parte da direita brasileira – e, nesse caso, europeia – vê o papel histórico de Ernesto “Che” Guevara. Em sua coluna na Fórum, […]

  • A polêmica crítica de lula às “frescuras do PSOL”

    Juliano Medeiros também responde às críticas de Lula feitas ao PSOL durante entrevista no programa de José Trajano: “Mas chama a atenção que Lula, em meio à maior ofensiva contra ele de todos os tempos, opte por caracterizar o PSOL por aquilo que ele considera seus ‘defeitos’. Logo o PSOL que, na semana passada, se manifestou em nota oficial contra sua condenação”.

  • Um decreto que ilustra a agonia de Temer

    É verdade, como disse a imprensa governista, que o recurso da Garantia da Lei e da Ordem foi utilizado recentemente pelo governo Dilma na Rio+20 e nos Jogos Olímpicos, no Rio de Janeiro. Mas isso em nada torna o decreto mais legítimo. Pelo contrário: quando Dilma lançou deste expediente absurdo, foi duramente criticada por juristas, parlamentares e movimentos sociais comprometidos com a democracia.

  • A escalada repressiva do golpe contra os direitos

    Prisão de militantes do MTST, repressão no protesto do Rio de Janeiro, ataque covarde a Mateus Ferreira, em Goiânia e ataque contra os índios Gamela, no Maranhão. “O que vimos desde o dia 28, quando os movimentos sociais romperam definitivamente a inércia que marcou o período de defensiva que se seguiu ao golpe, foi um […]

  • Juliano Medeiros: A batalha das pesquisas

    A conjuntura política mostra-se imprevisível. Mesmo assim é flagrante a antecipação do debate eleitoral de 2018. O nome de Lula continua sendo o mais forte. Isso não deveria gerar surpresa. Doria, pela baixa rejeição e por não estar envolvido nas delações da Lava Jato, mostra-se altamente competitivo.

  • Juliano Medeiros: Turbulências no governo Temer

    Colunista da Fórum, Juliano Medeiros fala sobre a primeira derrota do governo Temer na votação da Proposta de Emenda Constitucional 359/2014, que buscava institucionalizar a cobrança em cursos de pós-graduação e de extensão em instituições federais."Mas as dificuldades não param por aí", analisa.

  • O Programa! Onde está o Programa?!

    Neste artigo, Juliano Medeiros defende a necessidade de um programa para a esquerda que não dependa de um nome. De acordo com ele, “com o nome do ex-presidente no circuito, não se discute o principal: o programa. É como se Lula bastasse para resolver os problemas do Brasil”.

    • 1
    • 2