Julian Rodrigues

28 de outubro de 2017, 16h48

Julian Rodrigues: “Como enfrentar o fascismo em ascensão?”

Grupos autointitulados liberais combinam a defesa radical dos interesses do mercado com a propagação de ideias reacionárias, moralistas, misóginas, racistas, homofóbicas, transfóbicas, discriminatórias, anticomunistas.


+ posts

15 de julho de 2017, 19h24

Candidatura Lula é a maior arma para derrotar o golpe

“A classe dominante não tem nenhuma dúvida de que interditar Lula é condição para avançar na agenda ultraliberal e ultraconservadora. Pode haver diferenças na tática (se é possível ou conveniente tirar o ex-presidente das eleições, ou até mesmo prender Lula, ou se é melhor tentar derrotá-lo nas urnas),  mas  as elites compartilham do diagnóstico de […]


26 de junho de 2017, 21h51

Governo golpista é, em sua essência, anti-LGBT

“O programa golpista tem dois eixos fundamentais: a implantação de uma política econômica privatista, neoliberal, que visa a aumentar os ganhos dos grandes capitalistas, daqui e dos EUA, e também um outro eixo, ultraconservador, que flerta com o fascismo”. Leia mais na coluna de Julian Rodrigues  Por Julian Rodrigues* O golpe midiático-judiciário-parlamentar em curso é […]


19 de junho de 2017, 20h51

Parada do Orgulho LGBT de São Paulo vai bem, obrigado!

Com altos e baixos – bombardeada por críticas e aplauso e sempre tentando se renovar – a Parada paulistana segue a sendo a maior manifestação LGBT do mundo. Leia mais na coluna de Julian Rodrigues  Por Julian Rodrigues* A luta contra a discriminação e pelo reconhecimento dos direitos de lésbicas, gays, bissexuais, travestis, mulheres transexuais […]


13 de junho de 2017, 15h25

Plano Popular de Emergência e os Direitos Humanos

Em novo artigo, o colunista Julian Rodrigues destrincha as propostas do Plano Popular de Emergência, da Frente Brasil Popular. Confira  Por Julian Rodrigues* O golpe parlamentar-midiático-judiciário tem no seu centro um programa econômico radicalmente neoliberal. Trata-se de desmontar as políticas sociais estruturantes (como a saúde, a educação e previdência) e os direitos trabalhistas, assim como […]


28 de maio de 2017, 10h23

Doria flerta com o fascismo

Perseguição à população de rua, dependentes químicos e internação compulsória em massa é típica de regimes autoritários.