Plínio Teodoro

28 de janeiro de 2020, 07h14

Saudades da “ditabranda”: Folha ataca Lula e insiste na estratégia que levou Bolsonaro ao poder

A Folha, que ataca Lula com uma "gíria jovem" usada pelos bolsonaristas, insiste na estratégia de ódio contra o ex-presidente, da mesma forma como colaborou com a ditadura e serviu de linha auxiliar para levar a "ditabranda" de Bolsonaro ao poder

Folha e a saudade da "Ditabranda" (Arquivo)

Em meio a achaques diários de seus jornalistas e boicotada às claras por Jair Bolsonaro, a Folha de S.Paulo parece ter mesmo saudades da ditabranda e, no fundo, gostar do autoritarismo do atual governo, desde que atenda a sanha neoliberal do mercado.

Ao atacar o ex-presidente Lula, comparando a liberdade de atuação da imprensa enquanto o sindicalista ocupou a Presidência da República com o estilo “general Newton Cruz” de lidar com os jornalistas de Bolsonaro, a família Frias insiste na tática que trouxe de volta os resquícios de ditadura ao poder no Brasil.

Desde o empréstimo de carros do jornal para que a Ditadura asfixiasse as vozes contrárias ao autoritarismo da época, a Folha claramente tem uma aproximação muito maior com as ideias de Bolsonaro do que com as de Lula. E não é só na adulação de Paulo Guedes e sua política entreguista neoliberal.

A família Frias fala em controle da mídia por Lula, eximindo-se de dizer que é parte de um cenário ditatorial na imprensa brasileira, subvertendo a narrativa jornalística da História do país de mãos dadas com Edir Macedo, Silvio Santos, as famílias Marinho e Saad e o espólio dos Mesquita e dos Civita.

A Folha, que ataca Lula com uma “gíria jovem” usada pelos bolsonaristas, insiste na estratégia de ódio contra o ex-presidente, da mesma forma como apoiou a Ditadura e colaborou para levar a Ditabranda de Bolsonaro ao poder.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum