Raphael Silva Fagundes

13 de julho de 2018, 18h31

Imigrantes x neonazistas: uma final que ficará para a História

Dificilmente uma vitória da França sobre a Croácia fará prevalecer o ideal de inclusão na Europa, até porque esse ideal que há no esporte é muito mais discurso de marketing que humanitarismo. Mas precisamos pressionar, cunhar um conceito de civilização que inclua e não afaste


+ posts

01 de julho de 2018, 10h25

A esperança em jogo: Copa do Mundo e política

Em sua coluna na Fórum, Raphael Silva Fagundes faz uma reflexão sobre as relações entre o momento político do Brasil, a esperança da população e a Copa do Mundo


28 de junho de 2018, 15h11

O discurso estúpido: a ascensão de Bolsonaro

"É muito mais fácil não se importar. Saber é trabalhoso. Por isso o discurso estúpido ganha espaço. A forma mais eficiente de combater a esquerda é com a estupidez. Ela é atrativa, convincente"


21 de junho de 2018, 20h44

O vexame dos brasileiros na Rússia e a falta de humanismo na educação

O comportamento dos brasileiros que postaram os vídeos bombásticos que chamaram a atenção de muita gente não é apenas uma manifestação de machismo, mas uma consequência do tipo de educação proeminente no Brasil nos últimos 20 anos


18 de junho de 2018, 22h06

Ciro x Bolsonaro: qual o impacto da ideologia na prática econômica?

Em artigo de opinião, historiador Raphael Silva Fagundes analisa quais as visões que o mercado tem dos pré-candidatos à presidência Ciro Gomes (PDT) e Jair Bolsonaro (PSL)


04 de junho de 2018, 19h36

Trocamos educação por óleo

A greve dos caminhoneiros não servirá para pensarmos em caminhos mais sustentáveis para a nossa economia, apenas fortalecerá a indústria do petróleo (não pela perspectiva do trabalho, mas pela do capital) prestes a ser privatizada


28 de maio de 2018, 15h33

A revolução conservadora: a apropriação do discurso radical pela direita vulgar

"A direita tradicional teve que mover mundos e fundos para prender Lula porque acreditava que poderia vencer Bolsonaro nas urnas. Ela repudia tanto um quanto o outro. Contudo, o movimento dos caminhoneiros pode ter interferido nesses planos". Leia mais no artigo do historiador Raphael Fagundes


16 de maio de 2018, 18h02

A série 3%: uma crítica para a esquerda

3% é, sem dúvida, a série que melhor retrata o Brasil. Tanto em termos sociais quanto políticos. Mas as esquerdas só se manifestaram em “O Mecanismo” quando a Netflix resolveu compartilhar a narrativa golpista


14 de maio de 2018, 22h09

Sobre Bolsonaro, gozo e poder

Os eleitores de Bolsonaro sentem prazer com o que ele diz, exultam-se com palavras que emanam de um campo que atualmente vem despertando fúria e fascínio


30 de abril de 2018, 14h10

O editorial do Estadão e os dois corpos de Michel Temer

O jornal, embora demonstre a imagem decadente do presidente golpista, o descreve como o presidente mais corajoso e empenhado da história do Brasil, pois ele se dispôs a livrar o país de sua maior crise e ainda afirma, repetidas vezes, que quem ganhar a presidência deverá ter a mesma disposição


04 de abril de 2018, 10h44

As técnicas de manipulação do caso Lula

A prisão de Lula o transformará em um mártir, o que acarretará numa explosão dessa bipolaridade política fabricada pelos que manipulam a opinião pública


02 de março de 2018, 21h38

As visões conservadoras e progressistas das animações hollywoodianas

"É de extrema relevância observar as posições da indústria cultural perante nossas relações cotidianas, definindo-as, e, massivamente, manipulando a nossa interpretação da vida". Leia mais no artigo do historiador Raphael Fagundes