Imprensa livre e independente
10 de junho de 2017, 10h08

“Comemoração”: Após decisão do TSE, Temer vai a festa de aniversário de Maia

A comemoração do aniversário do presidente da Câmara, que arquivou todos os pedidos de impeachment de Temer até agora, teve direito a bebidas e charutos e bateu com o dia em que o TSE livrou o presidente da cassação Por Redação  O presidente Michel Temer mal foi absolvido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e já teve uma festa para ir e relaxar depois de quatro dias de tensão. Na noite desta sexta-feira (9), logo após o resultado da votação que o absolveu, o peemedebista foi, acompanhado de sua esposa, Marcela Temer, a festa de aniversário de um de seus principais...

A comemoração do aniversário do presidente da Câmara, que arquivou todos os pedidos de impeachment de Temer até agora, teve direito a bebidas e charutos e bateu com o dia em que o TSE livrou o presidente da cassação

Por Redação 

O presidente Michel Temer mal foi absolvido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e já teve uma festa para ir e relaxar depois de quatro dias de tensão. Na noite desta sexta-feira (9), logo após o resultado da votação que o absolveu, o peemedebista foi, acompanhado de sua esposa, Marcela Temer, a festa de aniversário de um de seus principais aliados no Congresso, Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara dos Deputados.

As informações são do blog da Andréia Sadi, do G1. De acordo com fontes do blog, Temer e seus assessores chegaram a bater palmas quando o TSE concluiu a votação.

Fiel escudeiro de Temer, Maia tem se esforçado para manobrar, acelerar e aprovar todas as reformas propostas pelo governo, bem como arquivou todos os pedidos de impeachment contra o presidente após as denúncias da JBS que vieram à tona.

Veja também:  Toma lá, dá cá: Bolsonaro vai liberar nomeações para aprovar reforma da Previdência em segundo turno

A festa de Maia, logo após a decisão do tribunal, aconteceu na casa de Alexandre Baldy (Podemos-GO), com cerca de 50 convidados, música ao vivo, buffet, bebidas e até charutos.

“Eu na presidência, o Rodrigo na Câmara e o Eunício no Senado vamos liderar o País e a retomada do estado brasileiro. Nosso foco será levar o Brasil para um porto seguro até 2018, com inflação baixa, redução de juros, normalização do câmbio, PIB crescente e a volta do emprego. Foi uma vitória extraordinária, mas sei que tem outras batalhas pela frente”, teria dito Temer aos presentes, de acordo com um convidado que não teve a identidade revelada.

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum