Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
07 de janeiro de 2020, 08h25

Afiliada da Record recontrata jornalista que disse que Greta Thunberg é “uma histérica mal-amada”

“Ela é mal-amada. Se ela também não gosta de homem, que ela pegue uma mulher, se ela for lésbica. Ela está precisando de sexo", disse Gustavo Negreiros sobre a adolescente de 16 anos

Gustavo Negreiros (Reprodução)

Por Rafael Duarte, da agência Saiba Mais

O blogueiro e radialista Gustavo Negreiros, que ficou mundialmente conhecido por atacar a ativista sueca Greta Thunberg em setembro de 2019, foi recontratado pelas duas empresas que o haviam demitido na época.

Nesta segunda-feira (6), ele anunciou o próprio retorno a TV Tropical, afiliada da Rede Record, no Rio Grande do Norte. A concessão da emissora é cedida à família do ex-senador da República José Agripino Maia (DEM), alvo de quatro inquéritos na Justiça por suspeita de corrupção.

Em dezembro de 2019, Negreiros já havia voltado para a bancada da rádio 96 FM, de onde fez os ataques a Greta Thunberg que viralizaram nas redes sociais. Além da imprensa nacional, veículos de outros países, incluindo um do Vietnã, repercutiram as ofensas do blogueiro.

“Ela é mal-amada. Se ela também não gosta de homem, que ela pegue uma mulher, se ela for lésbica. Ela está precisando de sexo. Ela é uma histérica mal-amada”, disse durante o programa, em 23 de setembro.

O afastamento de Gustavo Negreiros nos dois veículos de comunicação do Estado teve uma conotação comercial. As quatro empresas que patrocinavam o programa 96 Minutos, da rádio 96FM, suspenderam os contratos com a rádio. A Unimed Natal, Comjol, Patrício Metais e Oral Sin alegaram por meio de nota ou em contato com a agência Saiba Mais na época que o posicionamento do blogueiro ia de encontro com os princípios das empresas, pressionadas nas redes sociais a tomar uma posição diante das agressões.

“Vagabunda, vagabundinha”

Já em relação a TV Tropical, onde Negreiros também atacou a ativista sueca usado palavras com apelo sexual e chamando-a de “vagabunda, vagabundinha”, a reportagem apurou na época que a medida era apenas um afastamento. A posição foi confirmada na manhã de 26 de setembro, em uma reunião interna da empresa, pelo superintendente da TV Tropical Jânio Vidal, que anunciou a jornalista Suzy Noronha como substituta, ao lado do publicitário Jenner Tinôco.

Em meio à repercussão negativa do caso, um grupo de 240 jornalistas do Rio Grande do Norte divulgou uma nota de repúdio às declarações de Gustavo Negreiros contra Greta Thunberg.

Antes da ser demitido, Negreiros pediu desculpas.

MPF recebeu representação contra o blogueiro

 Em meio aos desdobramentos do caso, o Ministério Público Federal recebeu uma representação contra o blogueiro Gustavo Negreiros. O caso corre sobre segredo de Justiça e está sob a responsabilidade da procuradora da República Carolina Maciel. Não foi possível contatar o MPF porque a instituição segue em recesso.

Greta Thunberg

A ativista sueca Greta Thunberg, de 16 anos, ganhou destaque mundial ao criticar os líderes das Nações Unidas, na Assembleia Geral da ONU, por pensarem mais em dinheiro do que nas soluções ambientais para o planeta. No final de 2019, ela foi eleita a personalidade do ano pela revista Times. Greta é a mais jovem a receber o prêmio individualmente.

Greta foi diagnosticada com uma síndrome de Asperger, um grau de autismo, e já discursou na Cúpula do Clima, Conferência do Clima da ONU e no Fórum Econômico Mundial.

Um dia antes da estudante receber o prêmio da Times, o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) criticou o espaço dado à ativista pela imprensa e a chamou de pirralha. Poucas horas depois, Greta alterou a própria descrição em sua conta do twitter para “pirralha”.

No final de agosto de 2019, Greta usou as redes sociais pela primeira vez para falar sobre as críticas que vêm recebendo:

“Quando ‘haters’ perseguem sua aparência e suas diferenças, isso significa que eles não têm para onde ir. E então você sabe que está ganhando!”, disse.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum