Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
20 de julho de 2019, 14h35

Ao defender liberdade de imprensa, Jair Bolsonaro volta a atacar a imprensa

O atual presidente precisou apenas de 500 caracteres e dois tuítes para se contradizer

Foto: Wikimedia Commons

Menos de 24 horas de ser criticado pelas falsidades que utilizou no ataque à jornalista Miriam Leitão – com direito até a uma nota de repúdio lida ao vivo no Jornal Nacional – Jair Bolsonaro foi ao Twitter para reafirmar seu compromisso com a liberdade de imprensa. E no processo, ele voltou a atacar a imprensa.

Bastaram 500 caracteres e dois tuítes para ele, mais uma vez, mostrar uma das principais marcas do seu governo: a contradição. Para o capitão da reserva, a imprensa brasileira “contamina a informação e gera desinformação”.

Como se não bastasse, o presidente ainda aproveitou para atacar o PT em seu post sobre “liberdade”.

Leia abaixo o desabafo presidencial:

– Não adianta a imprensa me pintar como seu inimigo. Nenhum presidente recebeu tanto jornalista no Planalto quanto eu, mesmo que só tenham usado dessa boa vontade para distorcer minhas palavras, mudar e agir de má fé ao invés de reproduzir a realidade dos fatos

– Sempre defendi liberdade de imprensa, mesmo consciente do papel político-ideológico atual de sua maior parte, contrário aos interesses dos brasileiros, que contamina a informação e gera desinformação. No fundo, morrem de saudades do PT.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum