Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
21 de janeiro de 2020, 08h48

Após invertida de Glenn, Marcelo Tas bajula Vera Magalhães por Roda Viva com Moro

Marcelo Tas criticou a campanha pela participação de um jornalista do site The Intercept, que revelou o escândalo da Vaza Jato, na bancada do Roda Viva e foi lembrado por Glenn que já foi considerado "colaborador" do governo dos EUA

Marcelo Tas (Foto: Reprodução/Facebook)

Considerado um “colaborador” do governo dos EUA no Brasil, o apresentador Marcelo Tas bajulou a jornalista Vera Magalhães, após a colunista do jornal O Estado de S.Paulo estrear no comando da bancada do Roda Viva com o ministro da Justiça, Sergio Moro, como convidado na noite desta segunda-feira (20).

“Parabéns @veramagalhaes estreia espetacular no Roda-Viva, o programa mais plural e longevo da TV brasileira. Trending topics mundial, o resto é gente que precisa trabalhar muito para chegar aos 33 anos de história do Roda 💜 #RodaViva”, alfinetou Tas.

Quando a participação do ministro no programa veio à público, Glenn Greenwald se manifestou dizendo que é “covarde” o Roda Viva não ter em sua bancada um jornalista do The Intercept, já que o veículo desnudou a atuação de Sérgio Moro enquanto juiz com a série Vaza Jato. A manifestação de Glenn gerou uma campanha de internautas nas redes para que o veículo seja incluído na bancada de entrevistadores.

“É a primeira vez na história do Roda Viva que um veículo de comunicaçào se auto convida para o programa. Significa o que, insegurança, vaidade, arrogância? Reflitam 🤔 #RapazolaMarketeiro”, criticou Marcelo Tas.

Em publicação nas redes, o editor do Intercept lembrou que Tas já foi apontado por e-mails vazados pelo WikiLeaks como um colaborador dos Estados Unidos no Brasil. Os e-mails, que são conversas entre um consultor do governo dos EUA sobre assuntos de internet com o embaixador norte-americano no Brasil, tratam sobre as estratégias de comunicação para enaltecer a imagem dos EUA no país, tendo Marcelo Tas como um “colaborador” nas redes sociais.

“Interessante email do arquivo de Hillary sobre como usaram Marcelo Tas para ‘validar e ampliar’ mensagens dos EUA”, diz tuíte de Glenn Greenwald de 2016 com um print do e-mail vazado.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum