Fórum Educação
17 de agosto de 2019, 16h17

Associação Brasileira de Imprensa pressiona Witzel para oferecer escolta a David Miranda

Em nota, a associação alega que "é direito de qualquer cidadão com a integridade física ameaçada receber proteção do Estado"

Wilson Witzel - Foto: Tânia Rego/Agência Brasil
Em nota divulgada neste sábado (17), a Associação Brasileira de Imprensa (ABI) criticou o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), por se negar a fornecer proteção ao jornalista e deputado federal David Miranda, que vêm sofrendo ameaças de morte. A escolta foi solicitada pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM).
“Ao negar-se a dar proteção a David e seus parentes, apesar da solicitação de Maia nesse sentido, o governador Witzel automaticamente torna-se também responsável por qualquer atentado que eles sofram”, escreveram em nota o presidente da ABI, Paulo Jeronimo de Sousa, e seu vice, Cid Benjamin. Os representantes da associação também lembraram que, nos momentos em que David está em Brasília exercendo seu mandato de deputado federal, ele tem tido proteção da Polícia Federal a pedido de Rodrigo Maia.
A nota ainda coloca que “é direito de qualquer cidadão com a integridade física ameaçada receber proteção do Estado” e que espera que o governador “reveja sua posição e cumpra seu dever”.

A declaração de Wilson Witzel sobre David Miranda foi feita na manhã desta sexta-feira (16), quando ele também alegou que os defensores dos direitos humanos são os culpados pelas mortes de jovens inocentes nos últimos dias no Rio de Janeiro.

Segundo a colunista Bela Megale, Witzel alegou que a legislação do Rio de Janeiro veda a proteção “em caráter particular” e disse que o deputado não definiu se “proteção pretendida ocorrerá no âmbito de missão oficial ou não, sendo que em caráter particular é vedada pela legislação estadual”. David Miranda, marido do jornalista Glenn Greenwald, do The Intercept Brasil, diz estar sendo alvo de inúmeras ameças após a divulgação da Vaza Jato.

Confira a nota na íntegra:

Nota oficial da ABI
Diante da negativa do governador Wilson Witzel em oferecer proteção ao jornalista e deputado federal David Miranda, companheiro de Glenn Greenwald, que vêm sofrendo ameaças de morte, a Associação Brasileira de Imprensa (ABI) vem a público afirmar o seguinte:
1) É direito de qualquer cidadão com a integridade física ameaçada receber proteção do Estado;
2) David Miranda é uma figura pública, detentor de um mandato de deputado, e comprovadamente tem recebido ameaças, assim como sua família;
3) Nos momentos em que David está em Brasília exercendo seu mandato de deputado federal, ele tem tido proteção da Polícia Federal, a pedido do presidente da Câmara, Rodrigo Maia;
4) Ao negar-se a dar proteção a David e seus parentes, apesar da solicitação de Maia nesse sentido, o governador Witzel automaticamente torna-se também responsável por qualquer atentado que eles sofram;
5) A ABI espera que o governador reveja sua posição e cumpra seu dever, protegendo David e sua família.
Paulo Jeronimo de Sousa
Presidente da ABI
Cid Benjamin
Vice-Presidente da ABI e presidente da Comissão de Direitos Humanos da entidade

Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum