Fórumcast, o podcast da Fórum
07 de setembro de 2019, 20h03

Contra censura a livro, Globo vai pra cima de Crivella e cobra prioridades

Jornalistas do RJTV usaram exemplos de obras inacabadas na cidade e desordem urbana para argumentar que o prefeito tem prioridades mais importantes do que censurar livros LGBT na Bienal

Foto: Reprodução

Os apresentadores Mariana Gross e Edimilson Ávila, do jornal RJTV, da Rede Globo, usaram parte do programa que foi ao ar neste sábado (7) para criticar o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella. Os jornalistas usaram exemplos de obras inacabadas na cidade e desordem urbana para argumentar que o prefeito tem prioridades mais importantes do que censurar livros LGBT na Bienal do Livro do Rio.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

“Parece até que tá faltando problema aqui no Rio de Janeiro. Tá faltando?”, perguntou Mariana, ao mencionar o alarde do prefeito com relação aos livros da Bienal. Como resposta, Edimilson dispara: “Eu queria ver todo esse empenho da prefeitura aqui, para botar a linha 3 do VLT para funcionar, para acabar a obra da Transbrasil, que está atrasada, infernizando a vida de todos nós”.

O jornalista não parou por aí:”Eu queria esse empenho para acabar com os buracos no asfalto, para acabar com a desordem, para pagar tudo o que deve na saúde a funcionários que receberam só 50%. Eu queria todo esse empenho para resolver o problema da Av. Niemeyer, que está parada, infernizando a vida dos moradores do Vidigal. Eu queria todo esse empenho para resolver o problema da Dona Castorina, que caiu agora e vai ficar seis meses interditada. Ao trabalho, prefeito”, completou.

Como resposta, o prefeito Marcelo Crivella publicou um vídeo nas redes sociais, na noite deste sábado (7), criticando uma das reportagens da Globo, mostrando que uma das escolas municipais do Rio segue há 1 ano sem reformas. Para o prefeito, a emissora pratica fake news e está tentando denegrir a imagem da prefeitura. Ao lado da secretária da Educação da cidade, Talma Romero, e da coordenadora da 4ª Coordenadoria Regional do Rio, Fátima Barros, só o prefeito falou no vídeo. Crivella disse que a escola em questão foi reformada, tem wi-fi e professores que não faltam.

O prefeito também acusou a repórter de agir com má-fé na reportagem e de forjar informações para criticar o prefeito. Na matéria, a jornalista mostra um caderno com palavras escritas de forma errada, alegando que alunos não estão tendo aulas o suficiente. O prefeito, no vídeo, disse que a repórter escreveu propositalmente as palavras no caderno para criticá-lo.

Confira os vídeos:


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum