Fórumcast, o podcast da Fórum
16 de abril de 2019, 15h06

Duas medidas: Bolsonaro defende liberdade de expressão, mas processa Fórum

Enquanto antagoniza com o STF para defender propagadores de fake news e veículos da extrema-direita, Bolsonaro processa a Fórum e o fotógrafo Lula Marques

Foto que fez com que Bolsonaro abrisse processo contra a Fórum (Foto: Lula Marques)

Em meio ao levante do Supremo Tribunal Federal (STF) contra propagadores de fake news e veículos de comunicação da extrema-direita, Jair Bolsonaro se insurgiu contra o inquérito levado a cabo por Alexandre de Moraes, a mando de Dias Toffoli, e antagonizou as determinações judiciais nas redes, defendendo aquilo que considera “liberdade de expressão”.

Poucas horas antes, seu filho, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC/RJ), que administra as redes sociais do pai já havia adiantado o recado, publicando em seu Twitter uma imagem sobre o que seria o compromisso do capitão em favor da liberdade de expressão e de imprensa ainda durante a campanha.

Entretanto, desde sempre, Bolsonaro sempre usou outra medida com os setores da mídia que considera inimiga, incluindo esta Fórum, que foi o primeiro veículo de comunicação a ser processado pelo capitão em seu mandato na Presidência da República.

A revista está sendo processada junto com o fotógrafo Luiz Araújo Marques, o Lula Marques. O motivo é a publicação feita por ele e publicada pela Fórum de uma conversa de Bolsonaro com o filho, Eduardo Bolsonaro (PSL/SP), em que num dado momento o pai diz que não vai visitar o filho na Papuda.

“Na verdade essa é a forma que a família Bolsonaro encontrou para nos ameaçar e tentar nos intimidar, mas já aviso que isso não nos fará mudar em nada nossa linha editorial. Bolsonaro e seus filhos têm que explicar o esquema Queiroz e o enriquecimento com compra e venda de imóveis. A Fórum não tem nada que explicar. Temos é que continuar fazendo jornalismo. E é o que faremos”, afirma Renato Rovai, editor da Fórum.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum