Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
13 de janeiro de 2020, 06h23

Estadão diz em editorial que Bolsonaro está “sem rumo” em um “governo perdido”

Jornal da família Mesquita, que serve de porta-voz ao sistema financeiro e ao empresariado paulista, afirma que "são abundantes os sintomas de que o governo está perdido"

Bolsonaro e o presidente do grupo O Estado, Francisco Mesquita Neto, em visita à sede do jornal em São Paulo (Foto: Marcos Corrêa/PR)

Em editorial nesta segunda-feira (13), o jornal O Estado de S.Paulo criticou a falta de “rumo definido” de Jair Bolsonaro à frente do governo, classificado como perdido pela publicação da família Mesquita, que serve de porta-voz ao sistema financeiro e ao empresariado paulista.

“No início de seu segundo ano, o governo de Jair Bolsonaro dá claros sinais de estar sem rumo definido. A cada semana surgem novas medidas e ações, absolutamente pontuais e sem um objetivo comum”, diz o texto, que diz ainda que Bolsonaro está tirando “eficácia da ação estatal”. “Essa falta de coordenação provoca atritos e tensões absolutamente desnecessários entre órgãos do governo”.

O jornal critica diretamente duas medidas recentes de Bolsonaro: a de conceder subsídios nas contas de luz de templos religiosos e da redução, para colocar fim em um futuro próximo, ao Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT).

“Como era previsível, a equipe econômica manifestou resistência à proposta do subsídio na conta de luz para as igrejas. O ministro da Economia, Paulo Guedes, sempre defendeu a necessidade de reduzir esse tipo de benefício”, diz o jornal, sempre saindo na defesa das políticas neoliberais de Paulo Guedes, tentando descolar o ministro do governo.

Segundo o Estadão, “são abundantes os sintomas de que o governo está perdido”. “Mas há reformas a serem feitas, e este é o caminho óbvio que o País deve seguir. Há um país a ser governado. Basta querer fazê-lo”, sentencia o jornalão.

Leia a íntegra do editorial do Estadão

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum