Fórum Educação
18 de Maio de 2020, 21h44

JN, da Globo, destaca manifestos de entidades médicas contra uso da cloroquina

A Sociedade Brasileira de Imunologia afirma que a defesa da cloroquina "carece de evidência científica" e "omou um aspecto político inesperado"

Reprodução/TV Globo

O Jornal Nacional, da TV Globo, desta segunda-feira (18) reproduziu trechos de dois manifestos divulgados por entidades médicas contra a adoção da hidroxicloroquina como principal medicação contra o coronavírus no Brasil, como defender o presidente Jair Bolsonaro.

“Quatro órgãos representativos de especialidades médicas divulgaram hoje manifestos contrários ao uso generalizado da hidroxicloroquina contra a Covid-19 antes da conclusão de estudos complementares”, disse a âncora Renata Vasconcellos.

Nesta segunda, a Associação de Medicina Intensiva Brasileira, a Sociedade Brasileira de Infectologia e a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia assinaram um documento conjunto contra a cloroquina.

O telejornal destacou as alegações sobre a ineficiência do remédio no combate à doença e o aparecimento de efeitos colaterais graves em pacientes que fizeram o uso da medicação.

O JN leu também trechos do manifesto da Sociedade Brasileira de Imunologia, publicado também nesta segunda. “A escolha desta terapia, ou mesmo a conotação que a COVID-19 é uma doença de fácil tratamento, vem na contramão de toda a experiência mundial e científica com esta pandemia. Este posicionamento não apenas carece de evidência científica, além de ser perigoso, pois tomou um aspecto político inesperado”, diz um dos trechos reproduzido pelo telejornal.

Os dois manifestos foram divulgados no dia em que era esperada a publicação de um protocolo recomendando o uso generalizado de cloroquina por parte do Ministério da Saúde do governo Bolsonaro, comandado interinamente pelo general Eduardo Pazuello – sem experiência médica.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum