Fórum Educação
31 de março de 2020, 21h08

Jornal Nacional começa desmentindo declaração de Bolsonaro

A primeira chamada do Jornal Nacional foi contestando a declaração do diretor da OMS que foi usada por Bolsonaro no seu pronunciamento de hoje

O apresentador William Bonner - Foto: Reprodução/TV Globo

O Jornal Nacional desta terça-feira (31), que foi ao ar logo após o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro, começou corrigindo a informação alardeada pelo ex-capitão de que o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, era contra o isolamento social.

Logo na chamada do telejornal, a apresentadora Renata Vasconcellos destacou que “Bolsonaro deixou de fora uma parte fundamental do discurso” de Tedros Adhanom ao comentar sobre o isolamento social. O trecho excluído, segundo ela, é o que o diretor cobra medidas dos governos.

O telejornal exibiu o discurso completo do chefe da OMS, apontou as distorções feitas pelo presidente Jair Bolsonaro e ainda destacou a resposta da organização sobre a fala do ex-capitão.

A OMS foi às redes corrigir a interpretação equivocada do presidente brasileiro: “Pessoas sem fonte de renda regular ou sem qualquer reserva financeira merecem políticas sociais que garantam a dignidade e permitam que elas cumpram as medidas de saúde pública para a Covid-19 recomendadas pelas autoridades nacionais de saúde e pela OMS”.

O âncora William Bonner disse que Bolsonaro recuou em pronunciamento realizado na noite desta terça-feira, mas o presidente seguiu citando Adhanom para dizer que estava certo em defender o fim do confinamento.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum