Fórumcast, o podcast da Fórum
02 de setembro de 2019, 20h08

Jornalista da Band chama diretor da Secom de Bolsonaro de “dedo duro” que “pede cabeças”

Fábio Wajngart, em resposta, desafiou o jornalista a pedir demissão caso não comprovasse que estava falando a verdade; o desafio foi aceito

Reprodução/YouTube

O jornalista Fabio Pannunzio, apresentador do “Jornal da Band”, da TV Bandeirantes, trocou farpas pelo Twitter, nesta segunda-feira (2), com o secretário de Comunicação de Jair Bolsonaro, Fábio Wajngart. De acordo com Pannunzio, Wajngart é “dedo duro” e “pede a cabeça” de jornalistas.

“Vc é um dedo-duro intrigante que só sabe pedir cabeças de jornalistas. Você deve ter passado esses 18 anos aprendendo como ser vil e covarde”, escreveu o apresentador.

O tuíte de Pannunzio veio como reação à uma postagem do secretário em que criticava os institutos de pesquisas que são vinculados a grupos de comunicação. Nesta segunda-feira (2), pesquisa do Datafolha, da Folha de S. Paulo, apontou uma significativa queda de Jair Bolsonaro na aprovação popular.

‘Tenho 18 anos de atuação no setor de pesquisa, mais precisamente na pesquisa de mídia. É absolutamente inaceitável um Instituto de Pesquisa pertencer à um Grupo de Comunicação. Há um absoluto conflito de interesse.Há que se criar indicadores de performance de quem acerta ou erra”, postou Wajngart.

Demissão

Como resposta a crítica de Pannunzio, o secretário de Comunicação de Bolsonaro desafiou o jornalista a confirmar com os donos da TV Bandeirantes se o que estava falando era verdade. Em caso positivo, Wajngart pediria demissão e, em caso negativo, o jornalista que teria que se demitir.

“Pode ir limpando as gavetas”, respondeu Pannunzio, sinalizando que aceitou o desafio e que vai confirmar com os donos de sua emissora seu ímpeto de “dedo duro”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum