Fórum Educação
10 de Maio de 2020, 10h27

Jornalistas da Globo criticam a própria emissora por dar espaço ao negacionismo de Osmar Terra

GloboNews abriu microfone para Osmar Terra pregar contra o isolamento social e profissionais da casa não gostaram; "Desinformação mata!"

Reprodução/GloboNews

Além da enxurrada de críticas nas redes sociais, a GloboNews foi alvo de reprovação de jornalistas da própria emissora pelo fato de ter sido dado espaço ao deputado federal Osmar Terra (MDB), ex-ministro da Cidadania do governo Bolsonaro, em um debate sobre a pandemia do coronavírus com ex-ministros da Saúde.

Notório negacionista científico, o que lhe rendeu o apelido de “Osmar Trevas”, o parlamentar usou o debate com Luiz Henrique Mandetta, ex-ministro da Saúde de Bolsonaro, e Humberto Costa, senador e ex-ministro da Saúde de Lula, para seguir com seu discurso anti-isolamento.

Pelo Twitter, o comentarista da GloboNews, André Fran, classificou Terra como um “lunático” e disse que “é um perigo” dar ouvidos a uma pessoa como o ex-ministro da Cidadania. “Em tempos de pandemia, desinformação mata! E o Brasil já passa dos 10 mil mortos”, escreveu.

Na mesma linha foi outro profissional do Grupo Globo, o jornalista Rodrigo Carvalho, correspondente em Londres. “Não dá, com uma situação tão séria como a atual, com mais de dez mil mortos, abrir o microfone pro Osmar Terra desfilar tanta desinformação”, postou o repórter na mesma rede social.

Sem qualquer base científica ou dados concretos, Terra afirmou, no debate da emissora, que as medidas de isolamento não funcionam – o que contraria a versão da Organização Mundial de Saúde (OMS) e especialistas sobre o tema.

“É preciso acalmar a população, ela sabe decidir se for bem informada. Depois que a epidemia está circulando, trancar as pessoas em casa é um erro. Fique em casa, fique em casa, fique em casa. Isso não tem. 10 mil mortos com essa quarentena. Não tem resultado isso. E não seria pior se não tivesse”, disparou.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum