Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
15 de fevereiro de 2019, 08h13

Monica Waldvogel explica “quimioterapia de Bolsonaro” e Catanhêde responde: “Mitou a charada”

"Na noite anterior comentávamos sobre a última sessão de quimioterapia da nossa amiga em comum. A preocupação com ela deve ter ficado na sua cabeça, não?", disse Mônica Waldvogel a Eliane Catanhêde

Bolsonaro deixa o Albert Einstein e a conversa no Twitter das jornalistas (Reprodução)

Após pedir desculpas a Jair Bolsonaro (PSL) por ter dito que o presidente tomaria “última dose de quimioterapia” em sua coluna na rádio Eldorado na manhã de quarta-feira (13), Eliane Catanhêde trocou tuítes com a também jornalista Monica Waldvogel, que teria explicado os motivos de ela ter se referido ao tratamento de câncer.

“Acho que sei por que você trocou o nome dos tratamentos. Na noite anterior comentávamos sobre a última sessão de quimioterapia da nossa amiga em comum. A preocupação com ela deve ter ficado na sua cabeça, não?”, disse Mônica.

Catanhêde, então, respondeu. “Mitou a charada. Obrigada, Monica”, tuitou, copiando Jair Bolsonaro.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum