Fórumcast #19
15 de fevereiro de 2019, 08h13

Monica Waldvogel explica “quimioterapia de Bolsonaro” e Catanhêde responde: “Mitou a charada”

"Na noite anterior comentávamos sobre a última sessão de quimioterapia da nossa amiga em comum. A preocupação com ela deve ter ficado na sua cabeça, não?", disse Mônica Waldvogel a Eliane Catanhêde

Bolsonaro deixa o Albert Einstein e a conversa no Twitter das jornalistas (Reprodução)

Após pedir desculpas a Jair Bolsonaro (PSL) por ter dito que o presidente tomaria “última dose de quimioterapia” em sua coluna na rádio Eldorado na manhã de quarta-feira (13), Eliane Catanhêde trocou tuítes com a também jornalista Monica Waldvogel, que teria explicado os motivos de ela ter se referido ao tratamento de câncer.

“Acho que sei por que você trocou o nome dos tratamentos. Na noite anterior comentávamos sobre a última sessão de quimioterapia da nossa amiga em comum. A preocupação com ela deve ter ficado na sua cabeça, não?”, disse Mônica.

Catanhêde, então, respondeu. “Mitou a charada. Obrigada, Monica”, tuitou, copiando Jair Bolsonaro.

 

Veja também:  Depois de Alexandre Frota, Moro se aproxima de Doria e preocupa Bolsonaro

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum