Fórumcast #19
26 de julho de 2018, 20h40

Paciente, Sakamoto dá aula de jornalismo para Janaína Paschoal após provocação

A advogada fez uma postagem em que questionou como o jornalista tinha tantos detalhes sobre as remoções das páginas ligadas ao MBL do Facebook, sugerindo que ele pudesse estar por trás da decisão; "Apuração jornalística", rebateu Sakamoto. Confira

Foto: Reprodução/Facebook

O jornalista Leonardo Sakmoto mostrou toda a sua paciência nesta quinta-feira (26) ao responder uma postagem da advogada Janaína Paschoal.

Uma das autoras do pedido de impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff e simpatizante do MBL, Janaína questionou como Sakamoto tinha tantos detalhes das remoções de páginas e perfis ligadas ao grupo de direita feitas pelo Facebook, uma vez que um dos líderes do MBL, Kim Kataguiri, não teria recebido explicações da rede social. O tuíte de Janaína veio como reação a uma reportagem apurada pelo jornalista em que ele aponta os motivos pelos quais os perfis e páginas foram retirados do ar.

“Conversei com o Kim. Não, não o da Coreia do Norte. O Kataguiri. Ele não recebeu nenhuma notificação detalhando os motivos do encerramento das páginas do MBL. No entanto, Sakamoto fez um minucioso relato das causas. Como o Saka sabe de tudo isso?”, questionou Janaína.

Sakamoto foi direto: “Resposta: apuração jornalística. Tá meio fora de moda, eu sei, mas ainda é uma das ferramentas de uma boa democracia”, escreveu.

Veja também:  Escrito por Janaína Paschoal, projeto que permite cesáreas sem indicação no SUS é aprovado em SP

Confira a íntegra da “aula” de jornalismo que Sakamoto deu para a advogada.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum