Entrevista exclusiva com Lula
14 de agosto de 2019, 19h11

“Passaralho”: ESPN demite 8 jornalistas; entre eles, Juca Kfouri

Jornalista esportivo, que se disse surpreso com a demissão, estava há 14 anos na emissora e, recentemente, entrevistou o ex-presidente Lula na prisão pela TVT

Juca Kfouri (Reprodução)

A ESPN, emissora de esportes por assinatura, demitiu 8 de seus jornalistas nesta quarta-feira (14). Demissões em massa no jornalismo são chamadas, no meio, de “passaralho”, e o caso ganhou repercussão nas redes sociais, levando o termo “ESPN” aos assuntos mais comentados do Twitter.

Entre os demitidos está o jornalista Juca Kfouri. Ele estava há 14 anos na emissora como comentarista esportivo e, ao portal IG, se disse “surpreso” com o desligamento. Kfouri é conhecido, para além dos comentários esportivos, por sua posição à esquerda no espectro político. Recentemente, junto com José Trajano, entrevistou o ex-presidente Lula na prisão pela rede TVT.

Além de Kfouri, foram demitidos Rafael Oliveira, Arnaldo Ribeiro, que também era editor-chefe dos canais, e Eduardo Tironi, também diretor-executivo.

O “passaralho” pegou até mesmo  João Palomino, vice-presidente de jornalismo e produção, e Renata Netto, gerente sênior de produção dos canais ESPN no Brasil.

Em nota oficial, a emissora informou que as demissões fazem parte de uma “reformulação” do canal para o ano que vem.

“A ESPN vive um processo de transformação e adaptação para atender aos fãs, acionistas e clientes de esportes em meio às constantes mudanças no consumo de conteúdo. A reformulação faz parte do planejamento da emissora para o próximo ano que seguirá apostando no conteúdo ao vivo e nos direitos esportivos de futebol, tais como Premier League e La Liga, além das ligas norte-americanas como a NFL, NBA, MLB, NHL entre outras”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum