Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
31 de março de 2018, 17h03

Prevenção do HIV: Médico infectologista diz se arrepender de ter dado entrevista à Época sobre PrEP

Para coordenador do estudo no Brasil, revista reforça "julgamento moral de que gays são promíscuos, ou que somente os gays precisam se preocupar com HIV"

O coordenador do Estudo PrEP Brasil, o médico infectologista Rico Vasconcelos, publicou um texto em seu Facebook onde diz estar arrependido de ter dado entrevista à Revista Época. A matéria de capa da edição desta semana é sobre a PrEP (Profilaxia Pré-Exposição), uma estratégia que consiste no uso diário, por pessoas não infectadas, de um comprimido azul-claro como o Viagra, chamado Truvada.

Segundo a reportagem, “desde 2014, o medicamento era comercializado em algumas farmácias brasileiras e, em dezembro, passado passou a ser distribuído pelo SUS”. De acordo com a matéria, “a PrEP está mudando o comportamento sexual de grupos de risco, sobretudo dos gays. Eles estão abandonando a camisinha, contribuindo para o aumento de doenças sexualmente transmissíveis”.

No entanto, para Vasconcelos,  o texto está “repleto de equívocos que reforçam estigmas sobre temas que já estão soterrados de preconceitos, como por exemplo o fato analisado com julgamento moral de que gays são promíscuos, ou que somente os gays precisam se preocupar com HIV”.

A postagem do médico viralizou. Até o fechamento desta nota, já eram quase 5 mil compartilhamentos. Para ele, “o resultado dessa reportagem será um desserviço ao programa de implementação da PrEP no Brasil, disseminando inverdades sobre o assunto, voltando a opinião pública contra a estratégia e fazendo com que pessoas que poderiam evitar suas infecções pelo HIV deixem de buscar a PrEP, permanecendo assim vulneráveis”.

Parte da reportagem dobre o PrEP na Época pode ser lida aqui. Abaixo o texto do coordenador do estudo.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags