Fórumcast, o podcast da Fórum
10 de julho de 2019, 10h22

Pelas redes sociais, amigos lamentam morte de Paulo Henrique Amorim: “Muito triste”, tuita Glenn Greenwald

Nome do jornalista está, desde a manhã, entre os assuntos mais comentados do Twitter. Diversos amigos, políticos e artistas usaram as redes sociais para lamentar a morte e homenagear sua trajetória

Foto: Reprodução/Youtube

A morte do jornalista Paulo Henrique Amorim durante esta madrugada de terça-feira para quarta-feira (10), se tornou um dos assuntos mais comentados do Twitter no Brasil com diversos jornalistas, políticos e artistas lamentando sua morte e homenageando sua trajetória. O nome do jornalista está, desde a manhã, entre os assuntos mais comentados do Twitter.

Blog do Rovai: Paulo Henrique Amorim e o jornalismo que não se cala

O jornalista Glenn Greenwald, editor do The Intercept Brasil, foi um dos que usou as redes para lamentar a partida do jornalista do Conversa Afiada.

O blogueiro Eduardo Guimarães, conduzido coercitivamente pelo ex-juiz Sérgio Moro, também prestou suas condolências e lamentou a perseguição que vivia PHA. “Morre Paulo Henrique Amorim. Como dona Marisa Letícia, vítima de perseguição política”, disse.

O ator José de Abreu também falou sobre a perseguição que vivia o jornalista: “mais uma morte na conta dos fascistas”.

Rosana Hermann foi outra jornalista que lembrou do episódio em que Amorim foi dispensado do Domingo Espetacular, da TV Record.

O blogueiro Chico Barney, do Uol, lembrou do jornalístico “Tudo a Ver”, comandado por Amorim e Janine Borba entre 2004 e 2006, e considerou o período como melhor formato do programa exibido na TV Record até 2014.

Diversas lideranças políticas também se manifestaram lamentando a perda.

Integrantes do Governo ainda não comentaram sobre a morte do jornalista, mas alguns seguidores de Jair Bolsonaro chegaram a comemorar o falecimento de PHA.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum