Fórum Educação
15 de janeiro de 2020, 16h47

Requião ironiza Marcelo Tas após polêmica: “Velho da Havan de sapatênis”

Tas, que é três anos mais velho que o empresário Luciano Hang, se envolveu em polêmica na terça-feira ao criticar o The Intercept Brasil por campanha promovida nas redes em favor da participação do veículo em entrevista com Sérgio Moro

Reprodução

O ex-senador Roberto Requião (MDB) usou as redes sociais nesta quarta-feira (15) para comentar sobre a polêmica envolvendo o jornalista Marcelo Tas e o editor do The Intercept Brasil, Glenn Greenwald. Requião ironizou as críticas do apresentador do Provocações, da TV Cultura, e o comparou com o empresário Luciano Hang, dono das lojas Havan e ferrenho apoiador de Jair Bolsonaro.

“Marcelo Tas é o velho da Havan de sapatênis”, disse Requião em publicação feita no Twitter. A mensagem chamou atenção de usuários na rede social, que se divertiram com a comparação. “Um criou a Havan, o outro o Gentilli”, disse Kadson Araújo, um dos seguidores do ex-senador.

Na noite de terça-feira, Tas – crítico às reportagens da Vaza Jato – atacou a campanha em favor da participação de um jornalista do The Intercept na bancada do Roda Viva, da TV Cultura, durante a entrevista que será realizada com o ministro da Justiça, Sérgio Moro. “É a primeira vez na história do Roda Viva que um veículo de comunicaçào se auto convida para o programa. Significa o que, insegurança, vaidade, arrogância? Reflitam ? #RapazolaMarketeiro”, tuitou Marcelo Tas.

Em resposta, Glenn lembrou que Tas já foi apontado por e-mails vazados pelo WikiLeaks como um colaborador dos Estados Unidos no Brasil. “Interessante email do arquivo de Hillary sobre como usaram Marcelo Tas para ‘validar e ampliar’ mensagens dos EUA”, diz tuíte feito por Glenn Greenwald em 2016 e resgatado na na terça-feira.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum