Fórumcast, o podcast da Fórum
08 de setembro de 2019, 22h42

Robôs e seguidores de Bolsonaro atacam emissora com hashtag #GloboImbecil

Os ministros Abraham Weintraub, da Educação, e Damares Alves, da Mulher, Família e Direitos Humanos, também entraram no levante contra a emissora

Foto: Reprodução/ Twitter

Robôs e seguidores do presidente Jair Bolsonaro (PSL) lutam para subir a hashtag #GloboImbecil no Twitter como forma de atacar a emissora neste domingo (8). O motivo foi um comentário postado neste sábado (7) pelo portal de notícias da emissora, o G1, chamando o garoto que subiu no Rolls Royce com Jair Bolsonaro (PSL), durante o desfile do 7 de Setembro, de “moleque imbecil”, além de mandá-lo se “alfabetizar”. Os ministros Abraham Weintraub, da Educação, e Damares Alves, da Mulher, Família e Direitos Humanos, também entraram no levante contra a emissora.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

“O menino foi exposto publicamente por um funcionário de um órgão de imprensa. Já solicitei a secretaria dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes e a nossa assessoria jurídica que estude que medida poderá ser tomada”, escreveu Damares, em publicação no Facebook. Enquanto isso, Weintraub comentou no Twitter que o pedido de desculpas “vagabundo” do G1 “mostra a essência da Globo/Marinho”, alegando que a ofensa demonstra “o nível da escória na alta cúpula com acesso à edição”.

Em nota, a redação do G1 alegou que a conta do Facebook do portal “foi indevidamente utilizada para um comentário ofensivo sobre o menino que acompanhou o presidente Jair Bolsonaro no desfile de 7 de setembro. O G1 repudia o uso de sua conta e anuncia que vai investigar o ocorrido e tomar as medidas cabíveis”.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum