Fórumcast, o podcast da Fórum
11 de julho de 2019, 09h04

Site que investiga boatos desmonta fake news do “Pavão Misterioso”

Para o portal E-Farsas, denúncias levantadas pelo perfil "Pavão Misterioso" são inconsistentes e apresentam uma série de erros grosseiros

Reprodução/Twitter

O E-Farsas, especialista em investigar boatos que surgem na internet, analisou as principais denúncias feitas pelo Twitter “Pavão Misterioso”, perfil atribuído a Carlos Bolsonaro, que estaria divulgando fake news nas redes após as reportagens do site The Intercept sobre a Vaza Jato. O site recorreu a diversos jornalistas e usuários das redes sociais para a avaliação.

A primeira farsa desmascarada foi a de que o Pavão teria um arquivo que comprovava uma compra de mandato do ex-deputado Jean Wyllys por parte de Glenn Greenwald. “O ‘documento’ possuía uma série de erros grosseiros que foram rapidamente desmascarados por usuários do Twitter”, revelou o  site.

Além dos erros gramaticais, o site lista inconsistências no caráter “oficial” atribuído à Interpol, na cotação do bitcoin e, principalmente, na ausência do registro das transações no blockchain. “Não há nenhuma transação no valor citado pelo Pavão no dia e horário citados”, avaliou o e-Farsas, ressaltando que moedas eletrônicas são rastreáveis.

O site também avançou sobre as “denúncias” feitas na segunda fase do Pavão, entre 5 e 9 de julho, onde a conta fake expõe um suposto número de telefone de Leandro Demori, editor-executivo do Intercept. No entanto, esse celular aparece exatamente como responsável pela conta do Pavão. “O criador do perfil Pavão Misterioso criou sua conta usando o número de telefone que ele alegou ser de Leandro Demori”, disse o portal.

Outros erros como alteração de imagens e equívocos no fuso horário europeu também foram apontados como erros presentes nas “provas” usadas pelo Pavão, demontrando tratar-se de uma fraude. Para a reportagem completa, acesse aqui.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum