Imprensa livre e independente
30 de agosto de 2018, 09h11

Conceição Evaristo pode ser eleita nesta quinta a primeira mulher negra na ABL

A escritora, que concorre à vaga deixada por Nélson Pereira dos Santos, disse à Fórum ser “mais do que justa a presença de mulheres e de mulheres negras na ABL”

Conceiçao Evaristo. Foto: Joyce Fonseca/Divulgação
A Academia Brasileira de Letras vai eleger, nesta quinta-feira (30), a partir das 16h, no Petit Trianon, no Rio de Janeiro, o substituto da cadeira do cineasta Nelson Pereira dos Santos, que faleceu no dia 21 de abril deste ano. Esta pode ser a primeira vez de uma mulher negra na ABL, caso a escritora Conceição Evaristo, uma das candidatas, seja eleita. Em julho, ela declarou à Fórum, durante o II Festival Internacional da Utopia que “É mais do que justa a presença de mulheres e de mulheres negras na ABL”, disse. Aos 71 anos, Conceição é uma das mais reconhecidas...

A Academia Brasileira de Letras vai eleger, nesta quinta-feira (30), a partir das 16h, no Petit Trianon, no Rio de Janeiro, o substituto da cadeira do cineasta Nelson Pereira dos Santos, que faleceu no dia 21 de abril deste ano.

Esta pode ser a primeira vez de uma mulher negra na ABL, caso a escritora Conceição Evaristo, uma das candidatas, seja eleita. Em julho, ela declarou à Fórum, durante o II Festival Internacional da Utopia que “É mais do que justa a presença de mulheres e de mulheres negras na ABL”, disse.

Aos 71 anos, Conceição é uma das mais reconhecidas escritoras do país. Nasceu e viveu até a década de 70 na favela do Pindura Saia, em Belo Horizonte. Mudou-se para o Rio de Janeiro, fez mestrado, doutorado e se tornou escritora e professora universitária. Recebeu, em 2017, o Prêmio Governo de Minas Gerais pelo conjunto de sua obra. Conquistou o Prêmio Jabuti, em 2015, com “Olhos d’água”. É autora do romance “Ponciá Vicêncio” (2003), de “Becos da Memória”, entre outros. Uma petição on line em defesa de seu nome somou mais de 20 mil assinaturas.

Veja também:  “Dallagnol vergonha do MPF”, diz faixa afixada em frente à sede da PGR

Poucas mulheres já ocuparam cadeiras na ABL. Veja quem são as mulheres-membras: Ana Maria Machado (Cadeira 1); Rachel de Queiroz (Cadeira: 5); Dinah Silveira de Queiroz (Cadeira: 7); Cleonice Berardinelli (Cadeira: 8); Rosiska Darcy de Oliveira (Cadeira: 10); Lygia Fagundes Telles (Cadeira: 16); Zélia Gattai (Cadeira: 23) e Nélida Piñon (Cadeira: 30).

Além de Comceição Evaristo, concorrem à vaga da cadeira 7, de Nélson Pereira dos Santos, o seu colega Carlos Diegues, Pedro Corrêa do Lago, Raul de Taunay, Remilson Soares Candeia, Francisco Regis Frota Araújo, Placidino Guerrieri Brigagão, Raquel Naveira, José Itamar Abreu Costa, José Carlos Gentili e Evangelina de Oliveira. Após a votação, o Presidente da ABL, professor Marco Lucchesi, procederá à tradicional queima dos votos.

Os ocupantes anteriores da cadeira 7 foram: Valentim Magalhães (fundador) – que escolheu como patrono Castro Alves –, Euclides da Cunha, Afrânio Peixoto, Afonso Pena Júnior, Hermes Lima, Pontes de Miranda, Dinah Silveira de Queiroz e Sergio Corrêa da Costa.

Veja também:  "Parece censura", diz Frota sobre "filtro" que Bolsonaro quer impor à Ancine

 

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum