Acabou a vacina: Eduardo Paes anuncia suspensão da imunização no Rio

Cidade deve interromper vacinação por uma semana, até a chegada de uma nova leva de imunizantes do Instituto Butantan

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (DEM), anunciou na manhã desta segunda-feira (15) que vai suspender a imunização contra a Covid-19 por falta de vacinas na cidade.

A imunização de idosos de 84 anos nesta segunda será mantida, mas a partir desta terça-feira (16) a vacinação será paralisada até a chegada de novas doses do Instituto Butantan, que deve ocorrer somente na próxima semana.

“Recebi a notícia de q ñ chegaram novas doses. Teremos que interromper amanhã nossa campanha. Hj vacinamos pessoas de 84 anos e amanhã de 83. Estamos prontos e já vacinamos 244.852 pessoas. Só precisamos q a vacina chegue. Nova leva deve chegar do Butanta na próxima semana”, escreveu Eduardo Paes.

“Infelizmente, a gente vai ter que interromper o calendário, voltar para o calendário original, porque a gente antecipou uma semana o calendário no Rio”, detalhou o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz.

Governo atrasa pagamento e compromete imunização

O Brasil perdeu a oportunidade de receber, esta semana, mais 15 milhões de doses de vacinas prontas contra a Covid-19 do Instituto Sérum, na Índia. O laboratório, credenciado a produzir o imunizante desenvolvido pela AstraZeneca e Universidade de Oxford, ofereceu o lote.

No entanto, o Ministério da Saúde atrasou o pagamento que garantiria a chegada da carga integral na semana que vem. E assim, por mais essa “falha de logística” da pasta comandada pelo general da ativa Eduardo Pazuello, o país receberá apenas 2 milhões de unidades na próxima semana.

Enquanto isso, várias cidades do país terão que interromper o programa de vacinação contra a Covid-19. Se nada de novo acontecer, o país pode parar o programa de vacinação por até duas semanas, aponta especialista.

Publicidade

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista, editor de Política, desde 2014 na revista Fórum. Formado pela Faculdade Cásper Líbero (SP). Twitter @ivanlongo_

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR