Advogada de Flávio Bolsonaro é internada com Covid-19 e cobra isolamento social: “Fiquem em casa”

"Os hospitais estão lotados e passar pelo que eu estou passando é muito ruim", afirma Juliana Bierrenbach

A advogada do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), Juliana Bierrenbach, está internada com Covid-19 em um hospital no Rio de Janeiro. Nas redes sociais, ela contraria o discurso do governo federal e faz um alerta sobre a importância do isolamento social.

“FIQUEM EM CASA! Os hospitais estão lotados e passar pelo que eu estou passando é MUITO ruim”, escreveu Juliana, segundo informações de Bela Megale, no jornal O Globo.

A advogada relatou ainda que teve febre durante dez dias e que, até esta quarta-feira (18), “a respiração não passava da garganta, hoje já chega ao meio do colo. Esse é o maior alívio”.

“Tive 39 graus de febre durante dez dias, ontem tive 38 e hoje não tive febre. É muito difícil passar por isso, mas graças a Deus vou conseguir me recuperar. Os momentos de febre são muito difíceis e você fica lembrando toda hora das pessoas que estavam bem, pioraram e morreram. É uma grande reflexão sobre a vida, sobre seus os propósitos”, afirmou à coluna.

Entre os medicamentos que a advogada tem utilizado, como antibióticos, corticoide e anticoagulante, não consta cloroquina.

Juliana Bierrenbach foi uma das advogadas de Flávio que levou ao presidente Jair Bolsonaro, Augusto Heleno, chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), e Alexandre Ramagem, diretor da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), uma denúncia que, se provada, anularia o caso Queiroz.

Avatar de Luisa Fragão

Luisa Fragão

Jornalista.