O que o brasileiro pensa?
05 de maio de 2020, 17h23

Alberto Fernández faz vídeo tocando violão para pedir a crianças e jovens argentinos que fiquem em casa

“Sei que para os jovens é muito difícil ficar em casa, mas é preciso ter engenhosidade, usar a imaginação da juventude, desenhar, criar música, tirar o melhor de você”, disse o presidente

Alberto Fernández (foto: Télam)

Nesta segunda-feira, o presidente da Argentina, Alberto Fernández, divulgou um vídeo com uma mensagem especial, para um público especial: as crianças e adolescentes.

“Sei que para os adolescentes é muito difícil ficar em casa, mas é preciso ter engenhosidade, usar a imaginação da juventude, desenhar, criar música, tirar o melhor de você”, disse o presidente, tocando violão.

A ideia do vídeo surgiu quando um grupo de assessores comunicacionais da Casa Rosada afirmou que era grande o número de pessoas reclamando que uma das questões mais difíceis para manter a quarentena obrigatória era controlar as saídas das crianças e dos adolescentes, que em geral costumam ser muito inquietas e avessas ao isolamento.

O presidente começa o vídeo tocando violão e reproduzindo uma canção de Luis Alberto Spinetta (uma das lendas do rock argentino), chamada “Todas las hojas son del viento”, que em seu primeiro verso diz “cuida bien al niño” (“cuide bem da criança”). Depois, utiliza a música e o estímulo a usar a criatividade como argumento para tentar convencer os mais jovens a respeitar a quarentena.

Não é a primeira vez que Fernández usa seus dotes musicais a seu favor. Durante a campanha presidencial, ele participou de alguns programas de entrevista tocando canções de artistas nacionais, como Fito Páez e Charly García, e internacionais, como os Beatles e Bob Dylan.

Na semana passada, foi convidado a participar de um programa de rádio, e dedicou uma canção aos argentinos que enfrentam a quarentena: nada menos que Águas de Março, uma das mais importantes canções da música brasileira, na clássica versão interpretada por Tom Jobim e Elis Regina.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum