O que o brasileiro pensa?
31 de julho de 2020, 17h58

Ao invés de cuidado, Bolsonaro manda pessoas “enfrentarem” coronavírus: “Tem medo do quê?”

Com 91 mil óbitos, pandemia já provocou 45 vezes mais mortes que a gripe suína, em 2009-10, e 2,6 vezes mais mortes que a gripe espanhola, em 1918-19

Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro voltou a fazer pouco caso da pandemia do novo coronavírus, que já provocou 91.263 mortes no Brasil. O ex-capitão alega que já teve a doença e que se curou um medicamento que não tem eficácia cientificamente comprovada, a hidroxicloroquina.

“Eu estou no grupo de risco. Agora, eu nunca negligenciei. Eu sabia que um dia ia pegar. Infelizmente, acho que quase todos vocês vão pegar um dia. Tem medo do quê? Enfrenta!”, declarou o presidente durante viagem a Bagé (RS), onde provocou aglomerações e exaltou a cloroquina.

“Lamento. Lamento as mortes. Morre gente todos os dias de uma série de causas. É a vida, é a vida. Minha esposa agora está [contaminada]. Depois de quase um mês que peguei o vírus, ela pegou”, disse ainda.

Apesar do presidente dizer que “morre gente todos os dias”, os números do coronavírus são assustadores quando comparados com outras doenças, como a gripe (Influenza) ou a dengue. Segundo dados do Ministério da Saúde, foram 1.109 mortes por gripe em todo o ano de 2019 e 782 por dengue no mesmo período.

A crise sanitária provocada pelo Sars-Cov-2 no Brasil já superou de longe a pandemia da gripe suína (2.146 óbitos entre abril de 2009 e janeiro de 2010) e já se aproxima do triplo do número de mortes provocadas pela gripe espanhola (35 mil entre 1918 e 1919).

Assista:

Com informações da Folha de S. Paulo.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum