O que o brasileiro pensa?
06 de junho de 2020, 15h47

Após atrasar divulgação, governo derruba site com dados sobre coronavírus

No último boletim, o Ministério da Saúde também escondeu o número total de casos confirmados e mortes registradas no país

Reprodução

Depois de atrasar a divulgação dos dados sobre coronavírus pelo segundo dia consecutivo, o governo de Jair Bolsonaro decidiu tira do ar o site com dados sobre a pandemia na madrugada desta sexta-feira (5).

O Ministério da Saúde também modificou a forma de divulgar os dados da doença, sem aviso prévio. Agora, a pasta não informa mais o total de casos e óbitos do país, nem por estado.

Desde o começo da pandemia, a pasta divulga, diariamente, uma lista contendo o total de casos e mortes causadas pela doença registradas nas últimas 24 horas. Nesta sexta-feira, no entanto, a tabela distribuída pelo governo retirou a maior parte desses dados.

A nova tabela divulga apenas o número de pacientes recuperados e traz quantidade de casos novos e mortes registradas nas últimas 24 horas por estado e no país, sem os números totais.

De acordo com o Ministério da Saúde, foram 1.005 mortes registradas nas últimas 24 horas e 30.830 novas infecções por coronavírus.

O presidente Jair Bolsonaro publicou uma nota neste sábado (6) justificando o atraso nas divulgações do ministério. De acordo com ele, trata-se de uma “adequação”.

“Para evitar subnotificação e inconsistências, o Ministério da Saúde optou pela divulgação às 22h, o que permite passar por esse processo completo. A divulgação entre 17h e 19h, ainda havia risco subnotificação. Os fluxos estão sendo padronizados e adequados para a melhor precisão”, diz ainda o texto.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum