Após “propaganda” de Bolsonaro, 18% acreditam em cloroquina como a cura contra o coronavírus; 7% confiam no alho

O presidente virou alvo do Ministério Público por propagandear a substância que não possui eficácia comprovada contra o novo coronavírus e já "marcou horário" com apoiadora que tratava alho como possível solução contra a Covid-19

Em entrevista realizada nesta segunda-feira (20), o presidente do Ipsos, Marcos Calliari, comentou sobre levantamento divulgado pelo instituto que mostra que a crença de que a hidroxicloroquina cura o coronavírus é endossada por 18% da população, apesar da ausência de pesquisas que comprovem a eficácia da droga propagada pelo presidente Jair Bolsonaro.

“Entre os 16 países pesquisados, o brasileiro é a segunda população que mais acredita que há, sim, uma cura para a Covid e é a cloroquina. Só perde para a Índia nesse quesito”, disse em entrevista ao jornalista José Luiz Rosa, do Valor Econômico sobre o estudo revelado em junho.

Para Calliari, o percentual indica que não há uma crença massiva na cloroquina, mas que essa tese não pode ser ignorada. “Acho que refletem um pouco o processo de informação truncada”, declarou o pesquisador, que atribui às redes a disseminação de desinformação durante a pandemia.

O presidente Jair Bolsonaro é visto como o principal disseminador da substância no Brasil desde março e virou alvo do Ministério Público na última terça-feira (14) em uma representação ao Tribunal de Contas da União para que o ex-capitão  “deixe de propagandear o uso, pelos brasileiros, da cloroquina e da hidroxicloroquina”.

Apesar da iniciativa, Bolsonaro voltou a exaltar o medicamento no sábado (18), quando sacou uma caixa de cloroquina e ergueu aos apoiadores, que o aplaudiram entre gritos de “mito”.

Alho e crianças

Além disso, o levantamento aponta que 7% da população acredita no alho como a cura para a doença e 11% que o Sars-Covs-2 não contamina crianças. No início de junho, Bolsonaro marcou um horário com uma apoiadora que dizia que o enxofre era a cura para a Covid e que o consumo de alho aumentaria a imunidade contra a doença.

Avatar de Lucas Rocha

Lucas Rocha

Jornalista da Sucursal do Rio de Janeiro da Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR