Fórum Educação
16 de março de 2020, 14h46

Argentina deporta 270 turistas que não respeitaram quarentena do coronavírus

O Ministério da Educação argentino ainda anunciou um plano de educação à distância para as próximas duas semanas

Reprodução/YouTube

Com duas mortes provocadas pelo novo coronavírus, a Argentina vem tomando medidas cada vez mais firmas contra a proliferação do vírus. O país, que já fechou fronteiras e cancelou aulas presenciais, deportou turistas que desrespeitaram restrições e anunciou um plano de educação à distância para alunos do ensino fundamental e médio.

Segundo a jornalista Sylvia Colombo, da Folha de S. Paulo, foram 270 os viajantes internacionais que foram expulsos da Argentina nesta segunda-feira (16) por não terem aceito cumprir a quarentena obrigatória imposta pelas autoridades migratórias.

A maioria dos turistas estavam cumprindo as restrições em hoteis de luxo de Buenos Aires.

Além disso, o ministro da Educação, Nicolas Trotta, apresentou uma programação educativa que será transmita na televisão e em meios digitais para garantir o aprendizado de alunos dos níveis fundamental e médio durante os 14 dias de suspensão de aulas.

“Sabemos que a escola é insubstituível, e esses 14 dias não estão de férias. Temos que nos cuidar e nos proteger, e neste portal terão todas as ferramentas pedagógicas para continuar ensinando e aprendendo em casa”, declarou Trotta.

Em coletiva de imprensa realizada no domingo, o presidente Alberto Fernández garantiu que as escolas seguirão abertas oferecendo alimentação aos estudantes que assim necessitarem.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags