Aumento da Covid faz Prefeitura do Rio cancelar shows de Réveillon

O prefeito Marcelo Crivella, que encerra o mandato no fim do ano, disse que a medida é "necessária para a proteção de todos"

A Prefeitura do Rio de Janeiro, ainda comandada pelo prefeito Marcelo Crivella (Republicanos), anunciou nesta terça-feira (15) que não irá realizar nenhum festejo na noite de ano novo com o objetivo de evitar aglomerações diante da pandemia do coronavírus.

Em julho, a cidade havia cancelado o tradicional Réveillon da Praia Copacabana, mas se planejava para realizar eventos descentralizados em algumas regiões da cidade sob um “novo modelo”. Nesta terça, essa opção foi oficialmente descartada.

“Quando anunciamos o novo modelo para o Réveillon Rio 2021, falamos em responsabilidade social. O nosso discurso permanece. O motivo do cancelamento nada mais é que uma decisão consciente e responsável”, disse o presidente da Riotur, Fabricio Villa Flor, em coletiva de imprensa.

Em nota, Crivella afirmou que a decisão é “necessária para a proteção de todos”.

A cidade tem passado por um crescimento no número de casos e internações. No início do mês, chegou a ter uma lotação acima de 90% nos leitos de Unidade de Terapia Intensiva do SUS. Agora, o índice está em 86%.

Com informações da Agência Brasil

Notícias relacionadas

Avatar de Lucas Rocha

Lucas Rocha

Lucas Rocha é formado em jornalismo pela Escola de Comunicação da UFRJ e cursa mestrado em Políticas Públicas na FLACSO Brasil. Carioca, apaixonado por carnaval e pela América Latina, é repórter da sucursal do Rio de Janeiro da Revista Fórum e apresentador do programa Fórum Global

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR