domingo, 20 set 2020
Publicidade

Bailarina do Faustão presa em festa na pandemia entra com denúncia de abuso contra GCM

A bailarina do “Domingão do Faustão” Natacha Horana, presa em julho em Balneário Camboriú sob acusação de participar de uma festa, desobedecendo decreto municipal, vai entrar com pedido de investigação de abuso de autoridade, através de seus advogados, contra os agentes que a levaram para a delegacia.

No local, os guardas municipais encontraram cerca de 20 pessoas. A bailarina do Faustão teria se trancado em um dos cômodos do apartamento e ao ser revistada por um dos guardas teria agredido.

Nathacha, que apresentava sintomas de embriaguez, foi então presa por desacato à autoridade e agressão.

De acordo com a prefeitura, ela teria desacatado e agredido um GCM. Natacha nega. O advogado da bailarina, Daniel Bialski, diz que reuniões não estão proibidas na cidade e que houve abuso e invasão de domicílio por parte dos agentes.

Com informações da coluna de Mônica Bergamo

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.