O que o brasileiro pensa?
25 de março de 2020, 09h44

Bolsonaro ignora relatório da Abin que projeta 5,5 mil mortes em 15 dias por conta do coronavírus

Mesmo sabendo dos números levantados pela agência brasileira de inteligência, presidente voltou a chamar o vírus de "gripezinha" e defender o fim do isolamento

Jair Bolsonaro (Foto: Isac Nóbrega/PR)

Relatórios sigilosos da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) projetam que o Brasil terá 5,5 mil mortos por coronavírus até o dia 6 de abril, ou seja, em duas semanas. De acordo com o Intercept Brasil, o presidente Jair Bolsonaro recebeu a pesquisa, assim como outros agentes do governo federal.

Contudo, o pronunciamento do ex-capitão nesta terça-feira (24) mostra que Bolsonaro escolheu ignorar a gravidade dos números apresentados pela agência. Em rede nacional, presidente voltou a dizer que há uma “histeria” no país e que coronavírus é apenas uma “gripezinha”.

Bolsonaro tem apostado em estratégias semelhantes do presidente norte-americano Donald Trump e, mesmo sabendo da quantidade de pessoas que poderiam morrer nos próximos dias, tem defendido o fim do isolamento como forma de “salvar” a economia.

A Abin é comandada pelo ministro Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), uma das vítimas do coronavírus após a viagem do presidente aos EUA. “Coréia do Sul, Irã e China conseguiram mudar a direção da reta, provavelmente depois da adoção de medidas de contenção”, avalia a Abin no documento mais recente, finalizado nesta segunda (23).

O documento também deixa claro que “a taxa de letalidade no Brasil ainda é baixa quando comparada a outros países e aos dados da Organização Mundial da Saúde – OMS”, mas que “é importante considerar que o país se encontra no início da epidemia”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum