Bolsonaro volta a falar em reabertura de escolas: “Ninguém abaixo de 10 anos foi a óbito”

"Tem que enfrentar a chuva, pô. Não adianta se acovardar, ficar dentro de casa", defendeu o presidente, que também cogita enviar projeto ao Congresso para reabrir o comércio

O presidente Jair Bolsonaro voltou a defender a reabertura de escolas nesta quinta-feira (16). De acordo com o ex-capitão, crianças podem voltar às aulas presenciais porque “não tem notícia de alguém abaixo de 10 anos de idade que foi a óbito” por coronavírus. Declaração foi feita na portaria do Palácio da Alvorada, horas depois da demissão de Luiz Henrique Mandetta do Ministério da Saúde.

“Tem que enfrentar a chuva, pô. Tem que enfrentar o vírus. Não adianta se acovardar, ficar dentro de casa. Nós sabemos que a vida é uma só. Sabemos dos pais que estão preocupados com os filhos voltarem à escola. Mas tem que voltar à escola, nós não temos nenhuma notícia de alguém abaixo de 10 anos de idade que contraiu o vírus e foi a óbito ou foi para a UTI”, disse o presidente.

De fato, as crianças que são contaminadas com coronavírus têm desenvolvido uma forma leve ou assintomática da doença. Até então, segundo balanço do Ministério da Saúde, há registro de duas mortes de crianças abaixo de um ano de idade e uma morte na faixa entre um e cinco anos.

Contudo, sem saber que carregam o vírus, as crianças podem colocar os pais ou avós em risco, além dos próprios professores. A reabertura das escolas, portanto, é vista por especialistas – inclusive da Organização Mundial de Saúde (OMS) – como algo que pode aumentar a transmissão do vírus.

Bolsonaro disse ainda que quer enviar um projeto de lei ao Congresso para definir como atividade essencial toda aquela essencial para “levar o pão para casa”. Com isso, presidente deve cancelar o isolamento social determinado por governadores e prefeitos.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR