Brasil é líder mundial em compartilhamento de fake news sobre cloroquina, diz pesquisa

Mais de 70% das notícias falsas criadas sobre o medicamento tiveram origem no Brasil

Um levantamento realizado pela International Fact Checking Network, rede internacional de jornalistas voltada para a checagem de notícias, mostra que o Brasil é campeão em compartilhamento de fake news sobre a eficácia de medicamentos contra a Covid-19.

Segundo a coluna de Ancelmo Gois, no jornal O Globo, mais de 70% das fake news criadas sobre a cloroquina, medicamento defendido por Jair Bolsonaro contra o coronavírus, tiveram origem no Brasil.

Desde o início da pandemia, o presidente insiste na suposta eficácia do medicamento contra o vírus. Um estudo global realizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) já concluiu, no entanto, que o remédio não funciona contra a Covid-19.

O levantamento também mostra que os alvos recorrentes das notícias falsas são os governadores dos estados. Das 102 menções feitas a governadores em todo o mundo, metade saíram do Brasil.

Apesar da quantidade elevada de fake news, o Brasil não liderou no ranking mundial em relação ao compartilhamento geral de notícias falsas sobre a pandemia. No país, segundo a pesquisa, foram produzidas 703 notícias falsas em relação ao coronavírus, menos que Índia (1.715) e Estados Unidos (1.018).

Avatar de Luisa Fragão

Luisa Fragão

Jornalista.

Em 2021, escolha a Fórum.

Fazer jornalismo comprometido com os direitos humanos e uma perspectiva de justiça social exige apoio dos leitores. Porque se depender do mercado e da publicidade oficial de governos liberais esses projetos serão eliminados. Eles têm lado e sabem muito bem quem devem apoiar.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR