Brasil registra 33 mil casos novos e mais 551 mortes por Covid-19

País tem mais de 10% dos óbitos devido à doença no mundo; Anvisa aprovou uso emergencial de duas vacinas contra o novo coronavírus

Neste domingo (17), o Brasil registrou 551 novas mortes devido à Covid-19. O país vinha de cinco dias seguidos com mais de mil óbitos. Dessa forma, já são 209.847 as vidas perdidas para a doença no país.

O número representa mais de 10% do total de mortes devido à doença em todo o mundo: 2,038 milhões. No entanto, o país tem apenas 2,7% da população do planeta.

O boletim do Ministério da Saúde deste domingo informou que o país tem 33.040 novos diagnósticos confirmados da doença. Isso eleva para 8.488.099 o total de pessoas infectadas pelo novo coronavírus no Brasil.

E o total de pessoas com a doença ativa não para de subir. Neste domingo, são 866.598, segundo o documento, quarto dia seguido de crescimento.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou, por unanimidade, neste domingo, o uso emergencial de duas vacinas contra a Covid-19 no Brasil. São elas a CoronaVac, da Sinovac/Butantan, e a dose desenvolvida pela Universidade de  Oxford e AstraZeneca, que será fabricada pela Fiocruz no Brasil.

Avatar de Fabíola Salani

Fabíola Salani

Graduada em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo. Trabalhou por mais de 20 anos na Folha de S. Paulo e no Metro Jornal, cobrindo cidades, economia, mobilidade, meio ambiente e política.

Em 2021, escolha a Fórum.

Fazer jornalismo comprometido com os direitos humanos e uma perspectiva de justiça social exige apoio dos leitores. Porque se depender do mercado e da publicidade oficial de governos liberais esses projetos serão eliminados. Eles têm lado e sabem muito bem quem devem apoiar.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR