O que o brasileiro pensa?
21 de maio de 2020, 20h18

“Carnaval da morte”: jornal israelense faz duríssima crítica à gestão de Bolsonaro durante a pandemia

Em matéria de destaque na sua edição desta quinta, o Yedioth Ahronoth afirma que o presidente brasileiro “menospreza as diretrizes e demonstra, sempre que pode, o quanto ele desdenha das políticas de isolamento adotadas em todo o mundo”

Matéria do Yedioth Ahronoth sobre Bolsonaro (foto: reprodução)

Em sua edição desta quinta-feira (21), o diário israelense Yedioth Ahronoth destacou a forma como o governo de Jair Bolsonaro vem transformando o Brasil no novo epicentro da pandemia do coronavírus, com uma postura anticientífica e em guerra declarada com governadores e prefeitos de todo o país.

A matéria, que ocupa quase toda a página, traz a manchete “Carnaval da morte”, e parte dizendo que o Brasil está “próximo das 18 mil mortes por covid-19 (aliás, já superou a marca, nesta quinta-feira), e se aproxima dos Estados Unidos e da Rússia entre as nações com maior número de infectados. E o pior é que o surto no país ainda não chegou ao auge”.

Em seguida, relata que “Enquanto os governadores e prefeitos trabalham de acordo com o modelo adotado em todo o mundo para isolar a população, o presidente Jair Bolsonaro menospreza as diretrizes e demonstra, sempre que pode, o quanto ele desdenha das políticas de isolamento. Não é à toa que ele continua aparecendo em público sem máscara, abraçando seus apoiadores, participando de manifestações pela abertura da economia, menospreza as diretrizes e demonstra, sempre que pode, o quanto ele desdenha das políticas de isolamento adotadas em todo o mundo. Às vezes contrariando políticas promovidas por outros setores do governo, como se fosse parte da oposição. `Como ex-atleta, se eu me infectar, não precisarei me preocupar, pois vou sentir nada, será como uma gripezinha´, ironizou”.

A página do IBI (Instituto Brasil-Israel) no facebook reproduziu a matéria e a comentou, dizendo que “o atual governo brasileiro utiliza Israel como referência, mas faz tudo diferente. E o Brasil continua produzindo manchetes na imprensa israelense sobre as disputas políticas que cercam o combate ao novo coronavírus”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum