Fórum Educação
06 de abril de 2020, 08h32

Ceará pode ser o primeiro estado no Brasil a atingir pico de infecção por coronavírus

Pesquisadores da UFBA e Fiocruz apontam que pico deve acontecer no dia 25 de abril. Estado deve alcançar o segundo lugar em número de pacientes ainda nesta semana

Simulação de atendimento ao novo coronavírus em Manaus (Foto: Alex Pazuello/Semcom/Fotos Públicas)

O Ceará pode atingir o pico de infecção por coronavírus ainda este mês, no dia 25 de abril. Com isso, o estado se tornaria o primeiro do Brasil a alcançar o ápice da doença, mesmo que ainda não seja o local com maior número de casos do país. A projeção é da Rede CoVida, iniciativa de pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

O boletim também aponta que o Ceará deve alcançar o segundo lugar no número de casos do país ainda esta semana, na quarta-feira (8), com 3 mil pacientes infectados. O número, portanto, ultrapassaria o Rio de Janeiro (2.887) e ficaria atrás apenas de São Paulo (11.684).

O grupo de pesquisadores é formado por estatísticos, epidemiologistas, físicos, cientistas da computação, economistas e comunicólogos. Eles também apontam que outros estados possuem o mesmo índice de expansão encontrado no Ceará. Com isso, Minas Gerais, Distrito Federal, Rio de Janeiro, São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul podem crescer em número de casos na mesma velocidade.

O governador do estado, Camilo Santana (PT-CE), anunciou neste sábado (4) a prorrogação do decreto que proíbe o funcionamento do comércio até o dia 20 de abril. As atividades no estado estão paralisadas desde o dia 20 de março.

Com relação aos demais estados, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, prevê que, no geral, os casos da doença no país devem disparar neste mês e continuar crescendo até junho, quando a curva deve começar a desacelerar.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum