Fórum Educação
18 de março de 2020, 16h35

“Chata de galocha” e “mentirosa”: Governo ataca jornalistas durante coletiva sobre coronavírus

Vera Magalhães e Jussara Soares foram alvos de Bolsonaro e de seus ministros

Jussara Soares | Reprodução

A coletiva de imprensa do governo do presidente Jair Bolsonaro realizada na tarde desta quarta-feira (18) sobre o novo coronavírus rendeu novos ataques a jornalistas mulheres.

O alvo principal foi a colunista Vera Magalhães, do Estado de S. Paulo, que foi chamada de “mentirosa” pelo presidente Jair Bolsonaro por ter divulgado que apoiadores do ex-capitão estariam convocando manifestações no dia 31 março contra o Congresso e o Supremo.

“A jornalista Vera MAgalhães, de forma mentirosa, está divulgando que eu faria um movimento no dia 21 em frente aos quarteis”, disse o presidente, que chegou a dizer que ela deveria ser convocada pela CPMI das Fake News.

Pelas redes sociais, a apresentadora do programa Roda Viva, da TV Cultura, prontamente rebateu: ” Eu não divulguei nada disso, presidente. Mentiroso é o senhor. Eu disse que o senhor deveria desmobilizar esse ato. Não tem vergonha? Basta ver o print”.

Áudio vazado

Além dos ataques direcionados, houve um momento da coletiva em que o aúdio de um dos ministros – provavelmente Paulo Guedes – vazou e foi possível escutar uma crítica à jornalista Jussara Soares, do Estado de S. Paulo. 

“Jussara… Essa é uma chata de galocha”, diz um dos ministros. A voz parece do ministro Paulo Guedes, que estava com o microfone aberto um pouco antes da jornalista ser acionada.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum