Cinco casos de fraude em atestados de óbitos da Prevent Senior são alvos do MP

Três novos alvos de apuração se juntam às mortes de Regina Hang, mãe do empresário bolsonarista Luciano Hang, e do médico Anthony Wong

Ao menos mais três novos casos de possíveis fraudes em atestados de óbitos praticados pela Prevent Senior estão sendo investigados pelo Ministério Público (MP). Os recentes alvos de apuração se juntam às mortes de Regina Hang, mãe do empresário bolsonarista Luciano Hang, e do médico negacionista Anthony Wong, totalizando cinco.

O MP não estipulou prazo para colher depoimentos de médicos e diretores da operadora de saúde. Até o momento, os promotores pretendem investigar a conduta de seis profissionais da rede, de acordo com informações da CBN.

A Prevent Senior está na mira do MP por esconder mortes de pacientes infectados com o coronavírus, durante estudo para testar a eficácia da hidroxicloroquina, associada à azitromicina.

Esses medicamentos, comprovadamente, não têm nenhuma eficiência no combate à Covid-19.

Represálias

A advogada Bruna Mendes Morato, em depoimento à CPI do Genocídio no dia 28 de setembro, declarou que os médicos contrários ao chamado “tratamento precoce”, defendido por Jair Bolsonaro, eram demitidos pela direção da Prevent Senior.

Bruna representa 12 médicos, ex-profissionais da empresa, e os ajudou a elaborar um dossiê para revelar e denunciar as práticas da operadora.

Avatar de Lucas Vasques

Lucas Vasques

Jornalista e redator da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR