Com 100% das UTIs ocupadas, Guarulhos aguarda 98 respiradores do governo Doria

O governo de São Paulo recebeu 330 respiradores na última semana para Covid-19. Destes, 133 são de compra investigada da China

A cidade de Guarulhos, localizada na região metropolitana de São Paulo, está com 100% dos leitos públicos de UTI ocupados desde segunda-feira (1º). A cidade aguarda há mais de dois meses a entrega de 98 respiradores prometidos pelo governo do estado, sob gestão de João Doria (PSDB), para auxiliar o município no combate ao coronavírus.

Por conta da lotação nos hospitais, a prefeitura da cidade afirmou que irá transformar leitos de enfermaria, que sofreram redução, em leitos de UTI. A gestão municipal também pretende fazer parcerias com hospitais privados para ampliar a oferta de leitos aos pacientes com coronavírus.

Até esta segunda-feira (1°), Guarulhos registrava 3.056 casos confirmados da doença, além de 293 mortes e 1.980 pessoas curadas. O estado de São Paulo está atualmente com 111.296 infectados e 7.667 óbitos.

O governo de São Paulo recebeu 333 respiradores para pacientes com Covid-19 no último 23 de maio. Destes, 133 fazem parte de uma compra atrasada da China, cujo pagamento de R$ 242 milhões é investigado pelo Ministério Público e Pelo Tribunal de Contas do Estado.

Nesta última compra realizada pelo governo estadual, cada respirador teve um custo médio de R$ 180 mil cada, enquanto modelos similares custam em torno de R$ 60 mil.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.