quarta-feira, 28 out 2020
Publicidade

Com subnotificação recorde, Brasil pode ter até 313 mil casos de coronavírus, diz estudo

País que menos faz teste para o coronavírus entre os mais afetados no mundo, o Brasil pode ter até 15 vezes mais casos da Covid-19 do que os atuais 23.434 divulgados pelo Ministério da Saúde.

Uma estimativa divulgada pelo portal Covid-19 Brasil, que reúne cientistas e estudantes independentes da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade de Brasília (UnB), entre outros centros de pesquisa do país, estima que no dia 11 de abril poderiam haver no Brasil 313.288 casos, o que colocaria o país apenas atrás dos EUA no ranking mundial de contaminação.

“O modelo que trabalhamos considera que para os três cenários todos os leitos estão disponíveis no começo da epidemia. Mas, como segundo o próprio Ministério da Saúde informa, estamos em média com uma taxa de ocupação de 75%, e essas previsões podem ser mais dramáticas”, disse ao jornal O Globo o especialista em modelagem computacional Domingos Alves, integrante do grupo e líder do Laboratório de Inteligência em Saúde (LIS) da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo (USP).

O Brasil é um dos países que menos testam no mundo, embora seja o 14° mais afetado. Se o número de casos subnotificados projetado fosse considerado, seria o segundo do mundo, atrás somente dos EUA, que testam 8.866 pessoas por milhão, enquanto o Brasil faz 296 testes por milhão de habitantes.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.