O que o brasileiro pensa?
10 de abril de 2020, 08h31

Com subnotificação recorde, Brasil ultrapassa 1 mil mortos pelo coronavírus nesta sexta-feira

Em meio a passeios de Jair Bolsonaro à padaria, Brasil registrou aumento da letalidade da doença e é o país que menos realiza testes para o coronavírus entre os 15 mais atingidos pela pandemia

Paulo Guedes e Jair Bolsonaro (foto: Xinhua)

País que menos realiza testes para a Covid-19, que resulta em um subdimensionamento do verdadeiro cenário provocado pela pandemia, o Brasil deve ultrapassar a barreira de 1 mil mortos pela doença nesta sexta-feira (10).

Com Jair Bolsonaro indo à padaria no Distrito Federal e incentivando o fim do isolamento social, o país registrou 141 mortes entre quarta-feira (8) e quinta-feira (9), chegando a 941 vítimas fatais e elevando a taxa de letalidade da doença de 5% para 5,2%, segundo dados do Ministério da Saúde. O número de casos confirmados atingiu 17.857, uma alta de 1.930 diagnósticos positivos em 24 horas.

A marca dos mil mortos acontece em meio à informação de que o Brasil é o país que menos realiza testes para detectar a doença entre os 15 países mais atingidos.

Segundo reportagem do jornal O Globo, o déficit de testes do Brasil em comparação a outros países é abissal. O país faz 296 testes por milhão de habitantes. O Irã, o segundo que menos testa entre os mais afetados, faz 2.755 por milhão. Os EUA, 7.101 por milhão. A Alemanha, um dos países com menor taxa de mortalidade, testou 1.317.887 pessoas — 15.730 por milhão.

Ao jornal o professor de virologia da UFRJ Amilcar Tanuri, coordenador do Laboratório de Virologia Molecular da universidade, diz que o Brasil está sob a tempestade perfeita: sofre com falta de infraestrutura para produzir testes, é refém da importação em um mercado sob demanda extrema e pena com a falta de ação do governo federal para resolver o problema

“O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, fez tudo o que podia. Mas falta apoio e uma ação mais incisiva do governo”, disse.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum