Coordenador do Ministério da Saúde ataca STF e participa de atos golpistas sem máscara

Além de contrariar recomendações sanitárias da própria pasta, Allan Garcês tem convocado seguidores nas redes a participarem dos atos e diz que judiciário é "ditador"

O coordenador-geral de Gestão de Projetos de Saúde Digital do Ministério da Saúde, o médico e militar da reserva Allan Quadros Garcês, tem participado de atos golpistas pró-Bolsonaro e atacado o Supremo Tribunal Federal (STF) nas redes sociais.

Nos atos, Garcês é flagrado ignorando recomendações sanitárias da própria pasta contra a pandemia do coronavírus. Em fotos, ele aparece no meio de aglomerações e sem máscara. A informação é do jornal Folha de S.Paulo.

Descrito como bolsonarista fervoroso, Garcês escreveu em 21 de junho no Twitter que é “a vez do povo resgatar a Constituição e reconquistar a sua democracia e liberdade, que foram roubadas”.

Nas redes sociais, Garcês reforça ataques contra o STF e convoca seus seguidores a se manifestarem contra um “judiciário pelego, autoritário, ideológico e ditador”.

O Ministério da Saúde afirmou em nota que Garcês está no “livre exercício de cidadania ao participar da manifestação, que usou máscara durante todo o período em que esteve no ato e a tirou para fazer uma fotografia, mantendo distanciamento adequado de outras pessoas”.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.