Coronavírus: Bolsonaro diz que “ninguém pode obrigar ninguém a tomar vacina”

O presidente deu a declaração em conversa com apoiadores; assista

Em conversa com apoiadores na entrada do Palácio do Alvorada nesta segunda-feira (31), o presidente Jair Bolsonaro sinalizou que a vacinação contra o novo coronavírus não será obrigatória no Brasil.

“Ninguém pode obrigar ninguém a tomar vacina”, afirmou o ex-capitão ao ser questionado por uma apoiadora.

A mulher ainda respondeu que é farmacêutica e que “em menos de 14 anos ninguém pode colocar uma vacina no mercado”.

A lei nº 6.259, do Programa Nacional de Imunizações, prevê que o Ministério da Saúde pode instituir campanhas de vacinação obrigatória, no entanto, as campanhas geralmente são voltadas para crianças e adolescentes e não obrigam adultos a se vacinarem.

Apesar de ser contra a vacina obrigatória, o presidente prega a hidroxicloroquina como uma solução mágica contra a Covid-19 e forçou o Ministério da Saúde a mudar protocolos. A medicação não tem eficácia comprovada e pode causar efeitos colaterais graves.

Dados do Ministério da Saúde apontam que o Brasil já perdeu 121.381 pessoas para a Covid-19. Já são 3.908.272 os brasileiros infectados.

Avatar de Lucas Rocha

Lucas Rocha

Lucas Rocha é formado em jornalismo pela Escola de Comunicação da UFRJ e cursa mestrado em Políticas Públicas na FLACSO Brasil. Carioca, apaixonado por carnaval e pela América Latina, é repórter da sucursal do Rio de Janeiro da Revista Fórum e apresentador do programa Fórum Global

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR