Fórum Educação
31 de março de 2020, 12h19

Coronavírus: Partidos entram com ação para proibir passeios e declarações de Bolsonaro

Os partidos pedem à Justiça para que Bolsonaro "se abstenha imediatamente de quaisquer atos e pronunciamentos que contrariem as recomendações e diretrizes da OMS e do Ministério da Saúde

Jair Bolsonaro (Foto: Isac Nóbrega/PR)

PSOL, PT, PSB, PCdoB, Rede Sustentabilidade e Unidade Popular (UP) entraram com uma ação cívil pública nesta terça-feira (31) para tentar impedir que Jair Bolsonaro faça passeios pelo país, promovendo desobediência às recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde. O documento conta ainda com o apoio da Consulta Popular e do Partido da Refundação Comunista do DF.

Os partidos pedem que Bolsonaro “se abstenha imediatamente de quaisquer atos e pronunciamentos que contrariem as recomendações e diretrizes da OMS e do Ministério da Saúde, tendentes a dificultar o isolamento social e a quarentena que são requeridas para a eficácia no combate ao coronavírus Covid-19”.

A ação foi motivada pelas visitas feitas por Bolsonaro a áreas comerciais de Ceilândia e Taguatinga no último domingo (29), bem como pelas recentes declarações do presidente da República de incentivo ao fim da quarentena e de defesa do isolamento parcial.

De acordo com os partidos signatários, o comportamento “contraria orientações da OMS e do próprio Ministério da Saúde para o combate eficaz à pandemia do coronavírus, colocando em risco a vida de centenas de milhares de pessoas”.

“Precisamos barrar o comportamento inconsequente e criminoso do presidente da República, que reiteradamente desrespeita as recomendações científicas, espalha desinformação e gera conflitos entre as medidas de seu próprio governo, colocando a saúde da população em risco”, declara Fábio Felix, presidente do PSOL-DF e um dos signatários da Ação Civil Pública.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum